Operação da PF no Tocantins apura fraude no Projovem Urbano; prejuízo de R$ 200 mil aos cofres públicos

Polícia Federal - (Divulgação)

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (15) a Operação KRANK
visando desarticular grupo responsável por irregularidades na contratação de empresa
para execução do programa federal denominado Projovem Urbano.

Aproximadamente 06 Policiais Federais cumprem um Mandado de Prisão Preventiva, um
Mandado de Busca e Apreensão e uma Medida Cautelar diversa, expedidos pela 4a Vara
Federal de Palmas, no município de Paraíso-TO.

Os indícios apontam para o direcionamento na contratação de empresa pela extinta
Secretaria de Juventude do Estado do Tocantins, além da contratação de funcionários
fantasmas. No curso da investigação, restou constatado que um dos investigados estava
coagindo testemunhas para ocultarem a verdade dos fatos.

Estima-se que o montante do prejuízo aos cofres públicos seja de mais de R$ 200.000,00,
conforme apontado pelo relatório da CGU.

Os investigados devem responder, na medida de suas participações, pelos crimes de
fraude à licitação, dispensa indevida de licitação, peculato e coação de testemunha.
KRANK é o nome do personagem principal do filme “Ladrão de Sonhos”.

_______________________________________________________________________

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: