Casa de Apoio completa 13 anos atendendo pacientes e acompanhantes que necessitam de hospedagem em Palmas

0
21
No último ano, a Casa atendeu mais de 21 mil pessoas FOTO- Carlessandro Souza-8

Com a missão de oferecer hospedagem e as principais refeições do dia de forma integralmente gratuita aos pacientes e acompanhantes em tratamento de saúde que não têm familiares ou condições de hospedagem na capital, a Casa de Apoio Vera Lúcia completa 13 anos de serviços prestados, no dia 18 de abril, sendo referência em atendimento humanizado, oferecido pelo Governo do Tocantins, para as pessoas que mais precisam.

O secretário de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, Messias Araújo, pasta que gerencia a Casa, explica que a Casa de Apoio funciona a muitas mãos. “Aqui temos valor agregado. Mais que a hospedagem, as pessoas que passam por aqui recebem carinho e atenção não só dos servidores como também de voluntários dos mais diversos segmentos que são nossos parceiros constantes na missão de bem servir quem passa por aqui”, destaca.

Dona Maria Aparecida Barros Tavares, 60 anos, de Guaraí, cidade a 189 quilômetros da capital, está hospedada na Casa atualmente para acompanhar o neto que está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral de Palmas (HGP) recuperando-se de um acidente de motociclístico. “Não é todo mundo que tem dinheiro pra ficar em um hotel. E aqui, além de não precisar ficar na casa dos outros com aquela sensação que está incomodando, a gente se sente em casa; ganha comida, ganha dormida e ainda tem o carinho das pessoas que tratam a gente bem”, comemora a idosa.

Mãe da primeira pessoa a ser submetida a um procedimento cirúrgico neurológico utilizando o neuronavegador com o paciente acordado, Maria da Ajuda Rosa também passou pela Casa esta semana e declarou sua satisfação de ser tão bem recebida na cidade por meio de atendimentos inteiramente públicos. “Eu vim de Vitória-ES para acompanhar essa cirurgia tão complicada no meu filho e a gente fica tão abalada de estar fora de casa, muitos dias sem dormir de preocupação e aí me direcionaram pra essa Casa, onde eu dormi, lavei minha roupa e descansei pra voltar e ficar perto do meu filho; pedi até autorização pra filmar e mostrar para pessoas o quanto esse lugar é agradável”, afirma a mãe de Dailton Rosa, jovem de 26 anos, que teve seu caso repercutido após ser submetido ao procedimento cirúrgico realizado por uma equipe multidisciplinar do HGP no último dia 12.

A Casa

 

A Casa de Apoio Vera Lúcia é um espaço oferecido pelo Governo do Tocantins de forma gratuita a acompanhantes e pacientes internados nos hospitais públicos de Palmas. Geralmente estas pessoas chegam a Casa após passarem por um processo de avaliação médica. Os próprios profissionais de saúde, que já sabem da função da Casa, indicam às pessoas o local.

Maria Aparecida Barros, de Guaraí, está na Casa a um mês FOTO- Carlessandro Souza

Como os tratamentos nos hospitais possuem cronogramas diversos, variando entre demandas diárias, semanais, mensais ou periódicas, a depender do protocolo médico, os hóspedes permanecem na Casa pelo período que for necessário.

A Casa de Apoio Vera Lúcia está a cerca de 200 metros do HGP e possui 96 leitos equipados com beliches, além de cozinha, refeitório, brinquedoteca, sala interdisciplinar, área de convivência e capela.

Ações voluntárias

Constantemente a Casa de Apoio recebe ações voluntárias dos mais diversos segmentos. Como cada pessoa possui uma particularidade, a instituição está sempre aberta a parcerias para atender os hóspedes que precisam de roupas, calçados fechados (exigência dos hospitais), itens de higiene pessoal, e alimentação complementar. A gerente da Casa, Elisângela Sardinha, destaca que as doações são sempre bem-vindas. Para mais informações, o telefone de contato é o 63 3218-2247.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: