Três são presos por crime cruel que chocou população de Luzimangues

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da Delegacia de Luzimangues, prendeu na tarde desta terça-feira, (16), R. G. S, de 28 anos, P. S. S, 32 anos, e E. V. S, de 29 anos de idade. Eles são suspeitos da prática de crime de homicídio e foram capturados, mediante cumprimento a mandados de prisão preventiva, expedidos pelo juízo da 1ª Vara Criminal de Porto Nacional.

De acordo com o delegado Fabrício Piassi, responsável pelo caso, as investigações da DPC de Luzimangues apontaram a participação dos indivíduos no homicídio qualificado de Magno dos Santos Cassimiro, em 6 de abril, no distrito de Porto Nacional.

Na ocasião, a vítima e os supostos autores estavam em um bar e teriam se envolvido em uma discussão. Minutos depois, Magno deixou o estabelecimento a pé e foi perseguido de carro pelos suspeitos, que o atingiram com o veiculo, fazendo com que caísse ao chão, momento em que desceram e desferiram socos, golpes de barra de ferro e chutes. Devido à gravidade dos ferimentos, Magno não resistiu e, mesmo socorrido, veio a óbito.

Tão logo foram informados sobre o crime, os policiais civis da Delegacia de Luzimangues deram início às investigações e, de posse das identificações dos possíveis autores do crime, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pelas prisões dos três homens, que foram deferidas.

Com as ordens judiciais em mãos, os policiais da DPC de Luzimangues iniciaram as diligências, localizaram e prenderam os indivíduos em diferentes pontos do distrito. Após a realização dos procedimentos legais cabíveis, os suspeitos foram encaminhados à Casa de Prisão Provisória de Porto Nacional, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Como as prisões foram decretadas ainda durante o trâmite das investigações, o inquérito policial será finalizado dentro do prazo legal e, em seguida, encaminhado ao Poder Judiciário.

Sua opinião é muito importante: