Engenheira japonesa desenvolve robô para tornar a Lua habitável

A descrição do trabalho de Akane Imamura é bem peculiar. Não são muitas pessoas no mundo que vão para o escritório todos os dias com o objetivo de desenvolver um rover lunar em miniatura. É isso que a engenheira faz desde 2017, quando começou a trabalhar na startup Ispace Inc.

Akane Imamura, engenheira de veículos espaciais da Ispace  (Foto: Divulgação)
AKANE IMAMURA, ENGENHEIRA DE VEÍCULOS ESPACIAIS DA ISPACE (FOTO: DIVULGAÇÃO)

A empresa já recebeu mais de US$ 90 milhões em investimentos de fundos apoiados pelo governo do Japão. A meta é transformar a exploração lunar em um negócio rentável. O primeiro passo é ser capaz de carregar instrumentos de clientes pela superfície do satélite, usando o rover. Eventualmente, a empresa espera encontrar água na superfície lunar e convertê-la em combustível. No longo prazo, pretende fornecer energia para uma colônia lunar habitável até 2040.

Para que o plano dê certo, Akane precisa ser bem-sucedida em sua função na startup. Aos 36 anos, a engenheira é responsável pelos elementos estruturais do robô. Isso inclui desde adaptar o formato das rodas à topografia lunar até escolher os materiais que permitam à máquina ser robusta e leve o suficiente. Segundo o cronograma, dois rovers da empresa serão lançados em 2021.

Um dos maiores desafios de desenvolver um veículo lunar é que não é possível fazer testes antes de ir ao espaço – o que seria economicamente inviável. Recentemente, ela e sua equipe conseguiram uma alternativa interessante. A Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial tem uma instalação que simula a superfície e as condições da Luar. Lá, cortinas de blackout e holofotes copiam o forte contraste entre as regiões claras e escuras na Lua. Além disso, há um gigantesco poço de areia que tenta simular o solo escorregadio.

fonte: Época Negócios
Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: