Justiça aceita denúncia do MPF contra Raul Filho que nega sonegação fiscal

(Divulgação)

 

A Justiça Federal aceitou uma denúncia feita pelo Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-prefeito de Palmas Raul Filho por sonegação fiscal. As supostas irregularidades teriam ocorrido entre 2010 e 2011, após a venda de três terrenos em Ponte Alta do Tocantins. Ao todo, ele teria sonegado mais de R$ 195 mil em impostos.

O ex-prefeito foi procurado pela reportagem e afirmou que “não sonegou imposto e vai falar sobre o caso na próxima semana.”

Conforme a denúncia, Raul Filho vendeu os terrenos por R$ 2,1 milhões. Só que ao fazer a escritura de compra e venda declarou ter vendido por R$ 1,2 milhões. Este mesmo valor foi informado à Receita Federal durante a declaração de Imposto de Renda.

O ex-prefeito foi denunciado por prestar declaração falsa às autoridades fazendárias e fraude. Se condenado Raul Filho pode pegar uma pena de dois a cinco anos, além de pagar multa.

Sua opinião é muito importante: