Lei mais rígida para quem praticar maus-tratos é sugerida em audiência sobre proteção dos animais

Em audiência pública, Claudia Lelis e entidades discutem proteção e defesa dos animais

Criação de leis mais rígidas e parceria entre o governo do estado e universidades que tenham cursos de veterinária foram alguns dos pontos apresentados durante audiência pública em defesa e proteção dos animais que aconteceu nesta segunda-feira,17, na Assembleia Legislativa. A audiência que foi uma solicitação da deputada Claudia Lelis, PV, e aconteceu na comissão de saúde e assistência social, que é presidida pela deputada estadual, Valderez Castelo Branco, mas que cedeu a presidência para que a deputada Claudia conduzisse os trabalhos.

A audiência teve a participação de representantes da prefeitura de Palmas, Paraíso do Tocantins, governo do estado, ordem dos advogados, universidades, além diversos segmentos da sociedade e diversas ONGs de proteção aos animais do Estado.

Entre as demandas levantadas na audiência a deputada Claudia Lelis adiantou que irá pleitear uma cadeira no conselho estadual de meio ambiente para tratar desse tema e brigar por recursos, realizar audiências públicas no interior, e que irá apresentar na Assembleia projeto de lei que penaliza maus tratos aos animais. “Essa audiência é o início de uma serie de ações que vamos propor no parlamento para que possamos mudar a realidade que existe, hoje, no Tocantins. Precisamos criar políticas públicas direcionadas a esse segmento e essa audiência pública busca ouvir todos os segmentos da sociedade para que juntos possamos montar uma forca tarefa para solucionar esse problema que está afetando a todos”, esclareceu a deputada que disse que apresentará projeto de lei que criminaliza maus tratos aos animais.

O gestor ambiental e ex secretário do bem estar animal de Canoas, Rio Grande do Sul, Gabriel Gonçalves, participou da audiência a convite da deputada Claudia, e realizou uma apresentação onde sugeriu algumas ações para o Tocantins. “Esse é um tema que precisa ser debatido com urgência e estou muito feliz em poder participar desta audiência aqui no Tocantins, pois é questão de saúde pública” defendeu Gabriel que entre as propostas sugeridas está convênio com o governo do estado e universidades, e a criação do conselho de bem estar animal do Tocantins.

A presidente da fundação de meio ambiente de Palmas, e também defensora da causa animal, Meire Carreira, fez questão de destacar que esse tema sempre foi muito delicado, mas também menosprezado por décadas no Tocantins e destacou, “ não sairemos com solução imediata desta audiência, mas saímos com a possibilidade de construção de políticas públicas para essa pauta, pois  precisamos discutir leis, regras, multas mais rígidas para quem maltrata e abandona animais, precisamos criar uma rede de proteção, acredito que juntos vamos achar um caminho”, defendeu Meire.

Ao final da audiência, a deputada Claudia reforçou que todas as demandas apresentadas na audiência serão avaliadas e encaminhadas aos órgão competentes. “Vamos juntos buscar alternativas para esse problema que é questão de saúde pública”, defendeu Lelis.

fonte: Ascom Claúdia Lelis

 

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: