Cai número de doações de sangue em junho; projeto visa aumentar índice

Luana Ribeiro

Junho de 2019 obteve 1.789 doações de sangue no Tocantins. Os dados são da Hemorrede – Rede de Hemocentros da Secretaria de Saúde – e mostram queda de doações em relação a junho de  2018 –  quando foram 2.187 doações. É em busca de melhorar esses  índices que a deputada Luana Ribeiro (PSDB) apoia a causa e lançou no Tocantins, o projeto de lei “Junho Vermelho”, já sancionado pelo Governo. “Nosso objetivo é conscientizar as pessoas sobre a importância de doar sangue, principalmente nesses meses de férias, quando as doações caem”, disse.

O “Junho Vermelho” institui o mês dedicado à realização de campanhas de incentivo para a doação de sangue no calendário do Estado.  De acordo com Luana, o projeto foca na conscientização da população sobre a importância da doação de sangue e estimula o aumento de doadores. “Vimos que os movimentos do ‘Outubro Rosa’ e ‘Novembro Azul’ que tratam, respectivamente, dos temas câncer de mama e de próstata são sucesso  de mobilização. Então, este projeto quer causar o mesmo efeito, incentivando campanhas de doação de sangue e a conscientização de cada cidadão da importância da doação”, afirma.

 Queda de doação

Segundo informações da Hemorrede, nos meses de férias – julho e dezembro –   há uma queda nas doações porque a população viaja, por isso a doação se torna mais importante neste período. Outro alerta que o Hemocentro faz é sobre os cuidados necessários para quem quer doar sangue.

De acordo com a Hemorrede, o número de candidatos à doação é sempre maior que o número de doações efetivadas porque existem as inaptidões ( temporárias e definitivas) que impedem  que a doação seja efetivada. Então se chegarem, por exemplo, 20 candidatos à doação no Hemocentro e destes, cinco tiverem algum tipo de inaptidão como ter tomado vacina nas últimas 48 horas, ter ingerido bebida alcóolica nas últimas 12 horas, ter realizado algum tratamento dentário, entre outras, apenas 15 doações serão efetivadas.

Os requisitos para doação de sangue são:

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade;
  • Pesar no mínimo 50kg;
  • Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24h);
  • Estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e aguarde até 2h para doar;
  • Apresentar documento original com foto, que permita o reconhecimento do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social);
  • Pessoas com menos de 18 anos precisam estar acompanhadas dos responsáveis ou com formulário de autorização.

fonte: Ascom Luana Ribeiro

 

 

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: