Estudo aponta que duas horas semanais em contato com a natureza são suficientes para melhorias na saúde

Com a vida urbana agitada, passamos cada vez menos tempo em contato com a natureza. Porém, não é impossível conseguir os benefícios oferecidos pelo verde dentro das cidades, uma vez que passar apenas duas horas por semana em um parque cheio de árvores já oferece saúde e bem-estar a longo prazo.

A informação vem de um estudo publicado na revista Nature e realizado pela Universidade de Exeter, na Inglaterra. Cerca de 20 mil britânicos participaram das análises, que concluíram que a saúde oferecida pelas plantas é equivalente entre homens e mulheres, mas passa a ser ainda mais importante para crianças.

Além disso, a boa notícia é que, mesmo dentro das áreas urbanas, bairros com vegetação abundante podem fazer a vez das florestas, bem como as visitas para a praia. E os 120 minutos podem ser espalhados durante a semana ou concentrados em apenas um dia. Ou seja, se você gosta de correr no parque ou praticar outro tipo de exercício ao ar livre, já está garantindo uma boa dose de saúde.

A análise em questão buscava apenas quantificar o tempo passado em contato com a natureza para atingir o bem-estar. Contudo, uma série de outras pesquisas já provou que os benefícios concentram-se na prevenção de doenças crônicas, melhoria dos processos respiratórios, combate a doenças cardíacas e redução dos sintomas de ansiedade e depressão.

fonte: Casa & Jardim

 

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:
Twitter - Gazeta do CerradoTwitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
YouTube - Gazeta do CerradoYouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

Sua opinião é muito importante: