“Gang dos celulares” dribla esquema de segurança e ataca no Miracaxi; Veja dicas para ficar alerta

Equipe Gazeta do Cerrado

O Miracaxi, festa tradicional de Carnaval fora de época realizada em Miracema, é conhecido pela tranquilidade tradicional mas este ano a segurança passa por desafios. Uma gang especializada em roubos de celulares atua desde o primeiro dia na festa driblando a segurança.

O evento é de grande porte e deve receber mais de 50 mil pessoas nos três dias.

Misturados no meio da muvuca, o grupo tem feito várias vítimas. A delegacia amanheceu lotada neste domingo, 21, com dezenas de pessoas para registrar boletins de ocorrência de furto de celular. Ano passado, conforme a Gazeta apurou, foram cerca de 300 celulares furtados ao todo na festa. Este ano ainda não dá para fechar o número ainda pois muitos não registraram o boletim de ocorrência.

Em nota à Gazeta, a prefeitura de Miracema alega que trabalha para garantir a segurança do público, utilizando detector de metais, vistoria, segurança particular especializada, policiamento militar, civil, força tática, Corpo de Bombeiros e monitoramento com câmeras da PM e do município.

10 dicas para evitar ter o celular roubado no Miracaxi:

Por mais que comprometa a qualidade das selfies, é preferível deixar o celular mais caro em casa e levar para o bloco um aparelho antigo ou mais simples, que não desperte a cobiça do ladrão.

Se você só tem o celular caro, o ideal é não levar ou evitar usá-lo em público – mesmo em local aparentemente seguro, como o metrô. Esse tipo de aparelho motiva ladrões em todo lugar.

Cuidado com esbarrões e empurrões. Essa é uma das formas que os ladrões usam para agir.

Evitar ao máximo ficar com o telefone na mão no meio de aglomerações ou em calçadas muito movimentadas.

Não deixar o celular no bolso de trás da calça. Aproveite a volta das pochetes ou use uma doleira por dentro da roupa. Também vale um bolso ou bolsa mais seguros, com zíper, por exemplo. Todos sempre virados para a frente.

Os criminosos focam em quem dá bobeira no meio do bloco. Então, procure um lugar mais seguro para manusear o celular – encoste numa parede ou pare perto da polícia.

Também preste atenção ao redor, porque as quadrilhas observam a vítima e descobrem, antes do furto, até a senha de desbloqueio do aparelho.

Evitar andar sozinho, ruas desertas, ônibus ou até de carro sozinho.

Em bares, guarde o celular com você quando estiver bebendo e não o deixe em cima da mesa.

Crianças que usam celular devem deixar o aparelho em casa se forem pular na festa.

Sua opinião é muito importante: