Alerta: Acidentes de trânsito já danificaram 37 postes só este ano no Tocantins

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 10/02/2019

Última atualização em 10/02/2019 12:04

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

A Energisa informou que mais dois postes da rede de energia foram derrubados em acidentes de trânsito no Tocantins. Os dois casos foram registrados na madrugada deste domingo, 10/2, em Palmas.

Ao todo, de janeiro até aqui, 37 postes da rede de energia foram derrubados em acidentes de trânsito no Tocantins. E durante todo o ano de 2018, esse número foi de 436.

Na quadra 501 Norte, equipes da Energisa trabalham na substituição do poste e 146 clientes aguardam a conclusão da obra para ter o fornecimento normalizado, o que deve ocorrer nas próximas horas.

A Energisa informou ainda que no Jardim Aureny I, nenhum cliente ficou penalizado no momento do acidente, no entanto, para realizar a obra de substituição do poste será necessário desligar 100 clientes até a conclusão do serviço. Em média, a obra de substituição de um poste dura quatro horas.

Segurança

A concessionária orienta que, caso tenha cabo rompido devido a colisão, a vítima deste tipo de acidente deve permanecer dentro do veículo e pedir ajuda, comunicando o Corpo de Bombeiros e a Energisa do acidente pelo 0800 721 3330. Para quem presencia o acidente, a orientação é a mesma, entrar em contato com a distribuidora e jamais se aproximar dos cabos de energia. Chegando ao local, a Energisa irá isolar a área de risco e adotar as medidas de segurança necessárias.

Informações adicionais

O custo médio de substituição de postes é de R$ 3 mil, e deve pago pelo condutor responsável pela colisão com o poste de energia elétrica.

Quando um transformador é afetado no acidente envolvendo poste, esse custo pode ultrapassar os R$ 10.000,00. O custo de substituição não se resume somente aos postes derrubados, pois depois de trocar o poste é necessário que seja feita uma inspeção no trecho afetado com o intuito de verificar a existência de alguma anomalia na rede consequente da colisão. Caso existam mais estruturas condenadas pela colisão, o custo pode se elevar bastante.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]