No Banner to display

Brasil negocia compra de 70 milhões de doses de vacina contra Covid

Por Gazeta do Cerrado | 08/12/2020

Última atualização em 08/12/2020 08:29

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Vacina: proteção da Pfizer é uma das opções – Foto: Dado Ruvic/Reuters

O Ministério da Saúde divulgou uma nota nesta segunda-feira (7) na qual informou que deve assinar nesta semana o memorando de intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina produzida pela Pfizer e pela Biontech contra a Covid-19.

Segundo a nota, as negociações “avançam” e a vacina deve ser fornecida em 2021. A data, contudo, não foi especificada.

“O governo brasileiro e a Pfizer avançam nas tratativas na intenção de compra de 70 milhões de doses da vacina da Pfizer e Biontech contra a Covid-19, a ser fornecida em 2021. Os termos já estão bem avançados e devem ser finalizados ainda no início desta semana com a assinatura do memorando de intenção”, informou o ministério.

A TV Globo apurou que, nesta segunda, o secretário-executivo do ministério, Elcio Franco, e técnicos jurídicos da pasta se reuniram com representantes da Pfizer.

Até então, o governo federal havia anunciado somente uma parceria para pesquisa e produção nacional da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford, do Reino Unido, e a farmacêutica AstraZeneca.

Segundo o governador do Piauí, Wellington Dias, está prevista para esta terça (8) uma reunião entre governadores e o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir o plano de vacinação da população.

Nesta segunda, o jornal “The Washington Post” informou que a Pfizer comunicou ao governo dos Estados Unidos que não conseguirá fornecer ao país doses adicionais da vacina até junho ou julho do ano que vem. Isso porque, segundo o jornal, há pedidos de outros países.

Diante isso, ainda segundo o jornal, os Estados Unidos deverão receber 100 milhões de doses da vacina da Pfizer.

Vacina de graça

 

O presidente Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais nesta segunda-feira para informar que a futura vacina contra a Covid-19 será distribuída de forma gratuita para toda a população.

Bolsonaro não especificou se isso valerá para qualquer das vacinas em desenvolvimento.

“Em havendo certificação da Anvisa (orientações científicas e os preceitos legais), o governo brasileiro ofertará a vacina a toda a população de forma gratuita e não obrigatória”, escreveu Bolsonaro.

O instituto Butantan, em São Paulo, desenvolve a vacina Coronavac em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. No Paraná, o governo local assinou uma parceria com a Rússia para desenvolvimento da vacina Sputnik V. No Distrito Federal, está em fase de testes a vacina belga produzida pelo laboratório Janssen.

Vacina de graça

 

O presidente Jair Bolsonaro utilizou as redes sociais nesta segunda-feira para informar que a futura vacina contra a Covid-19 será distribuída de forma gratuita para toda a população.

Bolsonaro não especificou se isso valerá para qualquer das vacinas em desenvolvimento.

“Em havendo certificação da Anvisa (orientações científicas e os preceitos legais), o governo brasileiro ofertará a vacina a toda a população de forma gratuita e não obrigatória”, escreveu Bolsonaro.

O instituto Butantan, em São Paulo, desenvolve a vacina Coronavac em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. No Paraná, o governo local assinou uma parceria com a Rússia para desenvolvimento da vacina Sputnik V. No Distrito Federal, está em fase de testes a vacina belga produzida pelo laboratório Janssen.

Fonte: G1

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]