No Banner to display

Central Gazeta contra Fakenews: Acompanhe a cobertura jornalística em tempo real sobre o coronavírus

Por: Lucas Eurilio | 13/03/2020

Última atualização em 13/03/2020 10:34

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Várias fake news sobre o Coronavírus circulam na internet

Maju Cotrim

No Brasil, a desinformação está circulando com força total. Um dos boatos fala sobre uma espécie de teste caseiro, que revelaria se a pessoa foi contaminada pela doença: respirar fundo, prender a respiração por mais de 10 segundos. Se conseguir fazer isso sem tossir, você não está infectado.

A questão é séria e fez com que o Ministério da Saúde montasse uma página dedicada ao monitoramento dessas histórias e a checagem dos fatos.

A Gazeta do Cerrado está com plantão permanente checando todas as informações e acompanhando os casos suspeitos. Nossa equipe jornalística está alerta para evitar desinformações.

Informação com link falso tenta enganar os servidores sobre alteração no horário de trabalho no Estado. Por enquanto não há nenhuma suspensão ou restrição no Tocantins. O alerta é para prevenção.

Todos os órgãos do Tocantins estão mobilizados

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério da Saúde está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população.

Vale destacar que o canal não é um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão pode enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640.

No Tocantins, há um plantão 24 horas por parte da Secretaria Estadual de Saúde para que todos os casos ou suspeitas sejam informados. O contato é: 992414832.

Por que as Fakenews viralizam?

Durante um seminário da Fiocruz sobre o tema, realizado em 2019, o pesquisador Cláudio Maierovitch, destacou alguns pontos que podem gerar a disseminação das fake news.

“O sensacionalismo com o tom alarmante e de ‘denúncia’ como essas notícias são divulgadas pode ser um dos porquês da grande disseminação. Além disso, podemos considerar um conceito ligado à psicologia chamado ‘viés da confirmação’, onde a pessoa busca por argumentos para confirmar algo e nega argumentos contrários, mesmo sem embasamento, isso ganha ainda mais força na internet pelo fato da informação chegar personalizada para cada um, a partir do conteúdo mais acessado e dados pessoais divulgados”.

#SóNaGazeta
#FakeNews
#Coronavírus

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]