Cerca de 100 mil bovinos devem ser vacinados contra a aftosa na Ilha do Bananal

Por Gazeta do Cerrado | 10/07/2020

Última atualização em 10/07/2020 17:30

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Bovinos pertencem aos indígenas

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) realizará a vacinação contra a febre aftosa no rebanho de bovinos na Ilha do Bananal. A ação começará dia 1° de agosto e seguirá até 30 de setembro.

A estimativa é vacinar aproximadamente 100 mil bovinos de todas as faixas etárias, pertencentes aos indígenas e produtores rurais, que estão distribuídos em 344 retiros.

De acordo com o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, as estratégias já foram discutidas e estão sendo colocadas em prática.

“Fazemos um trabalho antecipado de conscientização e agendamento nos retiros, uma logística organizada para agilizar os trabalhos que serão feitos por nossos profissionais em 60 dias de campanha visando alcançarmos todos os animais da região”, disse.

Em 2019, foram vacinados 116.796 animais, destes 92,13% sob a responsabilidade dos técnicos da Adapec, o restante contou com o apoio das equipes da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) e do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea). Ambos vem contribuindo há alguns anos com a campanha na Ilha.

Ano passado

No ano passado, a região de Formoso do Araguaia concentrou a maioria do rebanho da Ilha, com 68.039, ou 58,26% do total. Também nesta região estava concentrado o maior número de retiros, 204 ou 59,30%. Em Formoso do Araguaia o rebanho dos indígenas chegou a 4.498 animais em 27 retiros. Sandolândia vem em seguida com 27.904 animais e 98 retiros e Lagoa da Confusão com 20.853 distribuídos em 42 retiros. Na região de Lagoa da Confusão é onde está a maior parte do rebanho dos indígenas, somando 15.021 animais, divididos em 24 retiros.

Ilha do Bananal

A Ilha do Bananal tem cerca de 2 milhões de hectares e faz divisa com oito municípios tocantinenses: Formoso do Araguaia, Sandolândia, Lagoa da Confusão, Araguaçu, Cristalândia, Dueré, Caseara e Pium.

Devido às suas características de relevo e terreno, no período chuvoso, se torna quase intransitável, pois a região fica alagada. Diante disso, a vacinação nessa região só ocorre na época da seca e uma vez por ano, para todos os bovinos, indiferente da faixa etária. Já no restante do Estado, são duas campanhas anuais, maio e novembro.

Fonte: Ascom Adapec

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora-Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor-Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Subeditor: Lucas Eurílio

Jornalista: Brener Nunes

Jornalista: Maju Jacob

Redatora: Luciane Santana

Coordenador de Produção: Jota Pereira

Produtor Audiovisual: Luiz Menezes

Social Mídia: Hemilly Souza

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 985-211-001
[email protected]

Institucional ou Administrativo (63) 981-159-796
[email protected]