Com baixa redução da gasolina, Postos do TO culpam revendedoras

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 06/04/2020

Última atualização em 06/04/2020 11:24

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

A redução do valor dos combustíveis deveria ser maior, os pontos e o sindicato culpam as revendedoras por não repassarem a redução já aplicada pela Petrobras.

Mesmo com redução de 40% dos valores repassados aos postos somente em 2020, os sindicatos querem desfocar a responsabilidade de reduzir ainda mais o valor na bomba.

Redução da gasolina foi bem abaixo do esperado

O Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado do Tocantins (Sindiposto-TO) e outras diversas entidades da área no País enviaram, nesta semana, um ofício à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) solicitando a liberação para que postos bandeirados possam adquirir combustíveis de outras distribuidoras que tenham preços mais competitivos.

A justificativa do documento é que a atual situação exige essa prerrogativa.

Segundo o sindicato: “Os revendedores destacam que as três grandes companhias, que detém cerca de 70%, estão segurando as quedas de preços da Petrobras, bem como dos biocombustíveis.”

Eles alegam que: “Desta forma, elas aumentam suas margens e colocam suas redes em risco, quando competindo com postos sem bandeira que adquirem produtos com custos bem mais baixos.”

Mas não foi isso o que ocorreu. O valor do Barril de Petróleo caiu de U$ 105 para 25 dólares, com uma redução de mais de 75%. Com isso a margem de lucro aumentou como nunca visto na história, pelo menos desde a quebra da bolsa (de Nova Iorque em 1929).

Mesmo com o valor menor no principal componente dos combustíveis, ela só repassou 40% em redução para as distribuidoras. Ainda mantém a “gordura” em caso de aumento, e engorda os cofres das detentoras das concessões e das distribuidoras.

E consequentemente dos postos de combustíveis.

A intenção é que outros sindicatos do Brasil também se posicionem ainda neste mês sobre a questão.

Relação dos SINDICATOS que enviaram ofícios para a ANP, até dia 3/4/2020

1-Pernambuco
2-Pará
3-Tocantins
4-Rondônia
5-Rio G. do Norte
6-Ceará
7-Paraná
8-Distrito Federal
9- Sergipe
10-Piauí
11-Paraíba
12-Serra Gaúcha/RS
13-ABC Regran/SP
14-Campinas/SP
15-Alagoas
16-Bahia
17-Sincopetro/SP
18- Blumenau/SC
19 – Roraima
20- Acre
21- Goiás
22-Maranhão
23-Santos
24-Itajai

Fonte: Sindiposto-TO

Edição: Marco Aurélio Jacob

#SóNaGazeta
#PreçoDoCombustível
#ANP

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]