No Banner to display

Confiança do empresário registra queda histórica, aponta pesquisa Fercomércio

Por: Lucas Eurilio | 26/06/2020

Última atualização em 26/06/2020 10:51

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Como era de se esperar, os empresários do comércio estão sentindo os resultados da pandemia que assolou todo o mundo, inclusive nossa capital. Com isso, sua confiança vem sendo abalada conforme demonstra a pesquisa realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e Fecomércio Tocantins.

A Icec (Índice de confiança do empresário do comércio) registrou em junho uma variação negativa de 33,1%, chegando ao índice geral de 69,2, menor índice registrado desde o início da série histórica da pesquisa (2011). Na comparação anual, a variação chegou a – 47%.

O presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni, entende que os números refletem a realidade dos empresários.

“Todos estamos muito preocupados com o rumo da economia durante esta pandemia. Nós empresários estamos cada vez mais impactados e com isso é natural que se reflita nos números da pesquisa. Estamos registrando quedas desde março, porém neste mês foi a queda abrupta e saímos da zona de satisfação que era 100 pontos”, explicou.

Sobre as condições atuais, os empresários de Palmas disseram em grande parte que a economia piorou (90,5%). O mesmo sentimento também foi comprovado nos itens sobre setor e sua empresa. 74,6% acreditam que o setor do comércio piorou e 72,5% que sua empresa piorou.

Sobre a expectativa para os próximos meses, 64% acreditam que a economia irá piorar e 53,1% que o setor também sentirá esse reflexo. Porém 58,6% acreditam que haverá melhora em sua empresa.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destaca que, mesmo com a flexibilização gradual do isolamento social em algumas regiões do País, o ritmo de recuperação das vendas no varejo deverá ser lento.

“A renda menor e o crédito mais escasso seguirão, temporariamente, limitando o consumo, em especial de produtos não essenciais, que representam a maior parcela dos orçamentos domésticos”, afirma Tadros, reforçando que medidas de saúde e controle de acesso a clientes nos estabelecimentos deverão continuar a serem adotadas.

Ainda na ICEC, 82,4% dos empresários palmenses responderam que irão reduzir a contratação de funcionários nos próximos meses e 67,9% irão realizar um menor investimento em suas empresas. Com relação ao estoque, mais da metade (57,8%) consideram seus estoques atuais adequados.

Fonte: Ascom Fecomércio
Foto: Antônio Gonçalves

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]