Consórcio chino-brasileiro pretende instalar no Tocantins indústria de equipamentos de alta tecnologia

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 04/07/2019

Última atualização em 04/07/2019 16:13

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

O secretário da Indústria, Comércio e Serviços, Ridoval Chiareloto, recebeu em seu gabinete, sócios de um consórcio chino-brasileiro que pretende instalar no Tocantins uma indústria de equipamentos de alta tecnologia para armazenamento de energia. A reunião que contou com a presença do vice-governador, Wanderlei Barbosa, foi realizada na sede da pasta, na manhã desta quinta-feira, 04.

Esta é a segunda visita dos investidores ao Estado para tratar da instalação da indústria que será a primeira da América Latina a trazer equipamentos de alta tecnologia da China para fazer o armazenamento de energia. Além dos incentivos fiscais que podem ser oferecidos pelo Governo, também foi discutido a escolha da área que deverá receber o empreendimento. As negociações continuam e novas reuniões devem ser realizadas com os investidores.

Segundo um dos diretores do consórcio, Eliéser Souza, as negociações para trazer a indústria para o Estado estão avançando. “Escolhemos o Tocantins porque é uma das regiões que mais nos interessa por contar com grandes oportunidades futuras no país, aliado à sua localização e às condições de mobilidade logística”, destacou o diretor.

O secretário da Indústria e Comércio ofereceu apoio aos investidores, destacando que o Governo do Estado quer realizar a industrialização porque é um meio de ampliar a arrecadação do Estado para promover o desenvolvimento econômico e social da região. “A classe política está imbuída em trazer o desenvolvimento para o Tocantins e nós estamos aqui cumprindo o nosso papel que é oferecer as condições para isto acontecer”, afirmou.

O vice-governador destacou a importância para o Governo do Estado de receber os investidores.  “Vamos oferecer todas as condições possíveis para permitir a instalação da indústria aqui no Tocantins que deve gerar centenas de empregos. Eu não tenho dúvida que os empresários fizeram a melhor escolha já que somos favorecidos por diversas condições, temos mobilidade, com aeroporto e ferrovia, além de uma localização estratégica e privilegiada”, afirmou Wanderlei Barbosa.

Fonte: Secom Tocantins

________________________________________________________________________

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]