Delegado diz que testemunhas de possível caso de necrofilia em Natividade foram ouvidas

Por Gazeta do Cerrado | 23/02/2021

Última atualização em 23/02/2021 16:37

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Caso foi registrado no sudeste do Tocantins – Foto – Reprodução/Facebook

Lucas Eurilio

Toda a população de Natividade, região sudeste do Tocantins,  ainda está em choque e muito abalada após o corpo de uma idosa de 71 anos ser encontrado fora do túmulo nesta terça-feira, 23.

Segundo as informações, o corpo da vítima – já sepultado – foi tirado do túmulo – foi violentado e uma camisinha foi encontrada ao lado do cadáver. O local foi isolado e a perícia compareceu ao Cemitério Municipal.

Conforme o delegado-chefe responsável pelo caso, Joadelson Rodrigues Albuquerque, as investigações já estão avançadas e que possíveis testemunhas foram ouvidos. (Veja o que diz a SSP no final da matéria).

Entenda o caso

ABSURDO! A população de Natividade, região sudeste do Tocantins, acordou nesta terça-feira, 23, chocada com a suspeita de um caso necrofilia no Cemitério Municipal.

Áudios de uma mulher e vídeos estão circulando pelas redes sobre o caso que tem ganhando repercussão.  A vítima foi uma senhora de 71 anos que morreu na madrugada de segunda-feira, 22, após complicações cardíacas num hospital em Palmas.

O filho da idosa disse durante uma entrevista ao G1 TO que uma agente funerária ligou hoje pela manhã, informando o que tinha acontecido. Ao chegar no cemitério, o caixão da mãe estava aberto e ela estava do lado de fora.  Um preservativo foi encontrado ao lado do corpo do cadáver. Todo o local foi isolado.

“Esse cara é um maníaco. Tinha era que ter achado ele. A defunta tá é estuprada. O caixão tá lá aberto lá e ninguém pode entrar. Isso é horrível. Esse cara é um maníaco mesmo, tem que encontrar esse cara. Na verdade, tinha era que ter uma câmera escondida naquele cemitério. Acontece tanta coisa horrorosa, se instalar uma câmera ali, ia pegar muito vagabundo ali viu. Rapaz, absurdo, eu tô me arrepiando até agora”, disse uma mulher.

A necrofilia é originária da palavra grega “nekros (morto), philos (amante), exprime a obsessão – violação do cadáver, práticas sexuais com o defunto, uso do morto como objeto sexual –  ou perversão doentia de ter relações sexuais com cadáveres.” (SILVA, 2014).

Nossa equipe entrou em contato com a Polícia Militar (PM) e solicitou informações e detalhes da ocorrência, mas os policiais que estão no local disseram que a ocorrência ainda está em andamento. .

Nota SSP na íntegra

A Polícia Civil do Tocantins, por meio da 98ª Delegacia de Polícia Civil de Natividade, informa que já estão sendo realizadas as investigações para esclarecer as circunstâncias, a autoria, bem como a motivação para um crime de vilipêndio a cadáver, e violação de sepultura, ocorridos na madrugada desta terça-feira, 23, em Natividade. O delegado-chefe da Unidade Policial, Joadelson Rodrigues Albuquerque informa ainda que, o inquérito policial já foi instaurado e que possíveis testemunhas já foram ouvidas.

 Equipes da Perícia Criminal e do Núcleo do Instituto de Medicina Legal, em Natividade, estiveram no cemitério local, onde realizaram os exames periciais necessários. A autoridade policial ressalta que todos os esforços estão sendo envidados pela Polícia Civil do Tocantins para a completa elucidação do caso e que as investigações encontram-se em estágio avançado.

Leia também

Natividade em choque! Corpo de idosa foi encontrado fora do túmulo com camisinha do lado

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]