No Banner to display

Dez anos depois: Condenado por colocar fogo que destruiu mata nativa é preso no TO

Por: Lucas Eurilio | 25/06/2020

Última atualização em 25/06/2020 11:33

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Crime aconteceu em 2010

Um jovem de 28 anos foi preso em Araguacema, região norte do Tocantins, por destruir uma mata de floresta nativa às margens da TO-080. 

Segundo o delegado Antônio Onofre Oliveira, o jovem já tinha sido condenado, mas não se apresentou à Justiça para o início do cumprimento da pena. 

O crime aconteceu em 2010, na época o autor do crime ambiental tinha 18 anos. Ele colocou fogo na mata, causando um incêndio que destruiu vários hectares de mata nativa, causando prejuízos que demoraram tempos para serem controlados.

Após os procedimentos, o acusado foi encaminhado para a Cadeia Pública de Araguacema onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário. A prisão aconteceu nesta quarta-feira, 24. 

 

Equipe Gazeta do Cerrado

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]