Em meio à polêmica criada depois do incêndio no prédio da Cinemateca, uma mostra de filmes via streaming, comemora 70 anos Cia Cinematográfica Maristela. Vale a pena conferir: Os filmes que estão disponíveis para o público são “Quem matou Anabela?”, “Suzana e o Presidente”, “Carnaval em lá maior” e “Simão e o Caolho”, os filmes são em preto-e-branco, foram produzidos nos anos 1950 e podem ser vistos via streaming em:
www.filmjoin.com.br

“Assistindo a essa pequena mostra de 04 filmes de longa-metragem, podemos perceber o quanto perdemos, com o incêndio na Cinemateca Brasileira, neste 29 de julho de 2021, estima-se dois mil filmes, que se estivessem digitalizados, poderiam compor uma programação inédita sobre Cinematografia Brasileira e assim eternizar nossa memória audiovisual”, comentou o produtor Marco Audrá.

Os produtores Marco Audrá e Johnny DiBartolo vem batalhando desde 2008 pela recuperação do acervo audiovisual brasileiro, em 2012, foram premiados pelo PPC – Programa Petrobrás Cultural o que culminou na criação do LAB Restauro um projeto permanente de organização, digitalização e difusão de acervos depositados no Estado de São Paulo, lançado em 2016, com a exibição do filme “Carnaval em lá maior”, no auditório da Assembleia Legislativa de SP. “Em meio as cinzas da nossa memória audiovisual, precisamos reagir! Hoje a única forma de preservar o que restou do nosso acervo é a digitalização e difusão de que está depositado no Brasil, mas precisamos fazer isso imediatamente, não dá mais para conviver com tantas
perdas”, comentou Johnny DiBartolo.

A Cia Cinematográfica Maristela atua em São Paulo, Brasil, desde o início dos anos 50, quando baseado no neorrealismo italiano produziu mais de 60 filmes nos estúdios na zona norte de São Paulo, quando concorria com os Estúdios Vera Cruz, também de São Paulo e Atlântida Cinematográfica no Rio de Janeiro, na década de 70 e 80 transformou-se no estúdio de dublagem AIC São Paulo e hoje completa 70 anos em 2021.

A Filmjoin é uma Startup brasileira, com um canal streaming, que oferece filmes gratuitos e pay-per-view e um Studio digital colaborativo, onde investidores e marcas anunciantes podem patrocinar e investir na produção e distribuição de conteúdos audiovisuais e obter ganhos na venda futura de “pay-per-view”.

A parceria com a Filmjoin, está permitindo ainda, que filmes como “Suzana e o Presidente” e “Carnaval em Lá Maior”, que foram digitalizados nos últimos anos, possam ser relançados, utilizando o sistema de pay-per-view da plataforma.

De forma inovadora e buscando a sustentabilidade, 10% de cada “pay-per-view”, oferecido pela Filmjoin, vai para um fundo de financiamento de produção de novos conteúdos. A mostra traz ainda um “Making of” do relançamento do longa metragem “Carnaval em Lá Maior”, realizado na Cinemateca, mas no prédio da Vila Mariana em SP e “Lives” na internet, para contar um pouco mais da história dessa tão importante produtora de cinema do Brasil.

Para falar direto com a Maristela

Marco Audrá
11 99978 8123
m.audra@maristelafilmes.com.br

Johnny DiBartolo
1194973 8027
dibartolo.johnny@gmail.com