O Festival de música Capoeboicongo foi criado para promover o destino Taquaruçu e compartilhar o ritmo, que está ligado aos ritos e mitos da cultura tabokagrande. O evento aconteceu pela primeira vez em 2019, com participação de músicos de palmas e do distrito de Taquaruçu. Esta segunda edição acontece com músicos de várias regiões do Brasil   em formato on-line, devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19.

A fase final, está marcada para sábado, dia 31 de julho, às 20h. A live pode ser acompanhada de forma gratuita pelo canal da Oca do Vento no YouTube e página da Aldeia TabokaGrande no Facebook, estas opções podem ser acessadas pelo link. https://linktr.ee/aldeiatabokagrande

As inscrições para o festival foram realizadas no mês de junho, quando obteve 65 músicos cadastrados na plataforma, destes, 25 concluíram suas inscrições, 16 foram habilitados. A produção do evento em conjunto com uma consultoria técnica, selecionaram dez propostas para o projeto integração musical criativa:

  1. Escudo de Prata – de Artur Vital –  Ribeirão Pires /SP
  2. Estrada de Chão – de Paulo Bifone –  Guarulhos /SP
  3. Oração – de Igor Murilo e Chico Amorim –  Brumado /BA
  4. Deixa Raiar – de Gabriela Raia –  Palmas /TO
  5. Avisados Foram – de Luiz Felipe –  Palmas /TO
  6. Matuto – de Claudio Macagi –  Paraiso Tocantins /TO
  7. Fundamento – de Mestre Matoso –  Palmas TO
  8. Tocando e Cantando Capoeboicongo – de Nacha Moretto e Jorge Menares – Palmas/TO
  9. Sertão Universal – de Sá Reston – Ilhabela /SP
  10.  Chegança – de Sergio Torrente – Paranavaí/PR

 

Estes protagonistas da música autoral, participaram recentemente de uma Live de apresentação disponível no link https://youtu.be/QMQoRo3v1Oc, quando revelaram informações e curiosidades sobre a integração artística/musical, e as adaptações para essa proposta peculiar do festival,  onde todos cantam e tocam com a mesma batida percussiva do ritmo Capoeboicongo  ( mistura de raízes da capoeira angola, do boi e dos congados) e que vem sendo tocado pela Banda TabokaGrande, nos eventos dos bonecos gigantes em Taquaruçu distrito de Palmas, capital do Tocantins.

 

Compõem a comissão de Júri do Festival:

Maestro Bruno Barreto – Diretor de Extensão e Cultura e Coordenador do Curso de Licenciatura em Música EAD da UFT , mestrado em música pela UFGO e Maestro da Orquestra Jovem do Tocantins

Ricardo Velloso de Aquino Junior Especializando em Gestão Cultural, cantor do Grupo de Carimbó Som de Pau Oco, professor do Instituto Estadual Carlos Gomes e da UEPA ,  membro fundador da Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (Belém-PA).

Paulio Celé Músico instrumentista, compositor e arranjador, Tocantinense radicado em São Paulo é Bacharel em violão e tem Licenciatura plena em Música pela FMCG (Faculdade de Música Carlos Gomes), Pós-graduado em Música Popular pela FACCAMP(Faculdade Campo Limpo Paulista)

Essa comissão atribuirá entre os concorrentes a se apresentarem na Live Final, os seguintes prêmios e valores correspondentes:

1º Lugar: R$ 3.000,00 (três mil reais) 

2º Lugar: R$ 2.000,00 (dois mil reais)

3º Lugar: R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais)

Melhor letra:  R$ 500,00 (quinhentos reais)

 

O público pode interagir antes da final, na página do festival e redes sociais dos participantes pelo link https://festivalcapoeboicongo.xn--taquaruu-y0a.com/amostra  onde consta uma  amostra em áudio e vídeo da canção e informações dos artistas. Ao escolher a sua preferida, o público pode votar por meio de um Quiz e a mais votada ganhará o prêmio de Melhor Música Voto Popular, no valor de R$ 1.000,00.

A pandemia trouxe limitações aos eventos, mas propiciou também inovações, em especial às realizações de atividades, através do formato online criando um outro staf de lançamento, tornando possível mantermos em andamento determinados nichos da produção cultural. Outro fator importante, foi a Lei Aldir Blanc que provocou a descentralização da aplicação dos recursos dando condições para essa recuperação do setor artístico. Este projeto foi contemplado pelo Prêmio Emergencial do Tocantins – Música, do Governo do Estado do Tocantins, com apoio do Governo Federal – Ministério do Turismo – Secretaria Especial da Cultura, Fundo Nacional de Cultura”

É uma iniciativa do Mestre Wertemberg Nunes do ponto de cultura Aldeia TabokaGrande com parceria da Oca do Vento e Instituto Tabokagrande e patrocinado pela Lei Aldir Blanc pelo Edital Nº 19/2020/GABPRES/ADETU 

Serviço: Festival Capoeboicongo – Taquaruçu é o Destino

Dada: 31 de julho de 2021, às 20h.

Transmissão: Pelo YouTube Canal da Oca do Vento 

e Facebook Canal da Aldeia TabokaGrande.

Link para acessar os canais:  https://linktr.ee/aldeiatabokagrande

           Maiores informações: (63)31421066 e ou  ocadovento@gmail.com 

Iniciativa: Mestre Wertemberg Nunes