Goiás: Mãe de outros dois, mulher dá à luz a trigêmeos e precisa de ajuda

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 20/07/2019

Última atualização em 26/08/2019 11:19

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Jéssica Milhomen Cardoso, de 27 anos, deu à luz trigêmeos na sexta-feira (19). Ela já tinha um filho de 10 anos – que é autista – e uma menina, de 6. Com tantas crianças, ela e o marido, que faz bicos como pintor e pedreiro, precisam de ajuda para cuidar dos filhos.

Segundo a avó dos trigêmeos, Deuzina de Souza, os bebês nasceram saudáveis, na Maternidade Dona Iris, em Goiânia. Todos nasceram, praticamente, com o mesmo peso. Helena mede 44 cm de comprimento. Já Bernardo tem 42 cm e Lorenzo, 45 cm.

“Estou feliz e muito emocionada. Graças a Deus, nasceram saudáveis”, disse a avó.

Em abril deste ano, uma reportagem mostrou o drama da família, pois os pais das crianças estavam desempregados e moravam de favor. O marido de Jéssica, pai somente dos trigêmeos, conseguiu melhorar a renda com bicos de pintor e pedreiro. No entanto, seria preciso que a jovem também trabalhasse para completar a renda, mas ela não conseguia devido à gestação e, agora, por causa do cuidado com os filhos.

Deuzina contou que a família precisa de mais ajuda. “Na época da reportagem, nós ganhamos muita coisa, mas faltam muitas fraldas porque para três bebês não é o bastante. Também não temos nenhum carrinho de bebê”, pede.

Susto

Jéssica disse que teve um “susto” quando descobriu a gestação múltipla, ocorrida de forma natural. “Foi um susto. Fiquei desesperada. Ficava pensando como ia fazer. Se com dois já era difícil, imagina com três. O coração fica partido de não poder dar uma vida melhor para eles”.

A jovem foi demitida de seu último emprego, como auxiliar de serviços gerais, quando estava com dois meses de gestação. Na época, ainda estava em período de experiência e não sabia da gravidez.

Sem dinheiro, ela também não conseguia comprar os remédios e fazer o tratamento do filho que tem autismo. Ele e a irmã são de relacionamentos anteriores da mulher. “Os pais não pagam pensão. Tenho medo de pedir e eles tomares as crianças de mim”, contou.

Jéssica no 5º mês de gestação — Foto: Arquivo pessoal

Jéssica no 5º mês de gestação — Foto: Arquivo pessoal

________________________________________________________________________
Gazetadocerrado.com.br – Para mentes pensantes

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

AL-AGE-Inst-Dez-01_a_15/12/19
ASSECAD NOVO 11/02/2019

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]