No Banner to display

Indústrias empregam mais de 14 mil tocantinenses

Por: Maju Cotrim | 22/06/2020

Última atualização em 22/06/2020 11:42

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Levantamento de 2018 que foi publicada dia 18, revela que as 627 indústrias tocantinenses, com cinco ou mais pessoas ocupadas, empregaram 14.783 pessoas e pagaram um total de R$ 377 milhões em salários, retiradas e outras remunerações.

Os dados são da Pesquisa Industrial Anual – Empresa (PIA-E) divulgada na ultima quinta-feira, 18, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A receita líquida de vendas apurada pelo setor foi de mais de R$ 6 bilhões.

Desse montante, R$ 5,7 bilhões (93,7%) foram oriundos das indústrias de transformação e R$ 381 mil (6,3%) das indústrias extrativistas. O segmento de fabricação e produtos alimentícios, que já tinha a maior fatia de receita líquida de vendas em 2009 (63,8%), teve uma redução de 6,7 pontos percentuais, passando a 57,1% em 2018.

Já o número de pessoas trabalhando nas indústrias tocantinenses aumentou cerca de 37,1% entre 2009 e 2018. Conforme os dados da pesquisa, foram criados 4 mil novos postos de trabalho, sendo 3.929 nas indústrias de transformação e 71 nas extrativistas. Com isso, a quantidade de pessoal ocupado no setor passou de 10.782 para 14.783.

Cenário nacional

A participação do Tocantins no cenário industrial brasileiro ainda é tímida. No ranking da ocupação, o estado ficou na 24ª posição, integrando a fatia de apenas 0,2% do total de 7,7 milhões de pessoas empregadas no setor, em todo país. Em relação à receita líquida de venda, Tocantins participa com somente 0,2%, ficando também em 24ª lugar.

O Tocantins avançou no valor da transformação industrial entre 2009 e 2018, passando de R$ 393 milhões para R$ 1,5 bilhão. Porém, a sua participação na composição nacional é de apenas 0,1%, 24ª do ranking, perdendo apenas para os estados do Amapá, Acre e Roraima.

No âmbito regional, Tocantins teve avanço de 0,6 ponto percentual na participação do valor da transformação entre 2009 e 2018, passando de 1,0% para 1,6%. No ranking de produção da região Norte do país, o estado ocupa a quarta posição.

Principais atividades

As três principais atividades do Tocantins concentram 75,7% do valor da transformação industrial. Além da fabricação de produtos alimentícios, que correspondeu a 48,3% da produção do estado, ocupou papel de destaque a fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis, respondendo por 14,5%. O terceiro lugar coube à fabricação de produtos de minerais não metálicos, que abrangeu 12,9% da produção.

PIA

A Pesquisa Industrial Anual – Empresa (PIA-Empresa) retrata as características estruturais do segmento de empresas industriais no Brasil, englobando as indústrias extrativas e as indústrias de transformação. Ela investiga empresas cuja principal atividade é a industrial. Muitas delas, entretanto, exercem, concomitantemente, outras atividades, como a revenda de mercadorias, a prestação de serviços não industriais e outras.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]