O sobe e desce dos partidos nestas eleições: no TO saiba os que encolheram e os que surpreenderam

Por Gazeta do Cerrado | 20/11/2020

Última atualização em 20/11/2020 07:54

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

 

Um levantamento mostra que os partidos que registraram a maior taxa de sucesso no 1º turno destas eleições. O índice leva em conta o número de candidatos lançados pelo partido e também o número de prefeitos eleitos. O levantamento mostra as taxas do PP, o DEM, MDB e PSD. Com as piores taxas estão Novo, PCB, PCO, PSTU e UP, que não conseguiram eleger nem sequer um prefeito.

No 1º turno de 2016, a maior taxa foi registrada pelo PSDB. Nestas eleições, a sigla tucana ficou com o quinto melhor desempenho. Em comparação com as eleições passadas, apenas sete partidos conseguiram alcançar uma taxa maior: Avante, Patriota, DEM, PP, PSD, Republicanos e Rede. Cinco partidos não oscilaram e mantiveram o mesmo índice. Já os demais partidos tiveram queda.

O Avante conseguiu a maior alta na taxa de sucesso. A sigla pulou de 11% para 20% – ou seja, 9 pontos percentuais a mais. Em seguida ficou o Patriota, que também melhorou a taxa: de 8% para 12%. Quanto maior a taxa mais sucesso o partido teve na disputa municipal.

Já o PTC e o PT amargaram as maiores quedas na taxa de sucesso. O PTC passou de 15% para apenas 1% (redução de 14 pontos percentuais). E o PT minguou de 27% para 15% (menos 12 pontos). O partido, o quinto com o maior número de candidatos, fica na 18ª colocação entre os partidos no ranking da taxa de sucesso.

Não há comparação no caso da UP, já que o partido estreou nas eleições deste ano. Também não houve comparação com PHS, PRP e PPL, que foram extintos. Foram consideradas as candidaturas de 2016 e 2020 que foram deferidas, deferidas com recurso ou à espera de julgamento.

 

Tocantins

Com o fim da apuração das Eleições 2020 no Tocantins os partidos DEM, MDB e PSD despontam como os que mais elegeram prefeitos no estado. O DEM lidera e vai governar 26 dos 139 municípios. O MDB fica com 23 prefeituras e o PSD com 22 gestores.

Nas últimas eleições municipais, em 2016, a liderança no Tocantins era do PSD, que tinha 28 prefeitos e agora caiu para 22. O PV também encolheu, de 12 cidades em 2016 para cinco em 2020. O MDB, que em 2016 ainda se chamava PMDB, foi de 27 para 23 prefeitos.

O PSB foi de nove prefeitos em 2016, incluindo a capital e Gurupi, para governar apenas uma em 2020: Babaçulândia.

O maior crescimento foi do DEM, que agora é o partido que vai administrar mais municípios, com 26. O Solidariedade tinha cinco prefeitos na última eleição e foi para 15.

O PSDB caiu de cinco prefeitos para dois. O PTB subiu de cinco para 15. O PP caiu de 10 para sete. O PL conseguiu eleger seis neste ciclo eleitoral. O PSC subiu de um prefeito para seis. O PT foi de dois nas últimas eleições para quatro em 2020. O PSL foi de um para três.

Avante e Cidadania que não tinham prefeitos eleitos em 2016 agora contam com dois cada. O PROS foi de um para dois. Podemos e Republicanos elegeram um prefeito cada este ano e não tinham nenhum anteriormente. O PDT se manteve com um gestor.

Veja como ficou a composição dos partidos em 2020:

DEM – 26 cidades
MDB – 23 cidades
PSD – 22 cidades
SD – 15 cidades
PTB – 10 cidades
PP – sete cidades
PL – seis cidades
PSC – seis cidades
PV – cinco cidades
PT – quatro cidades
PSL – três cidades
Avante – duas cidades
Cidadania – duas cidades
PROS – duas cidades
PSDB – duas cidades
Podemos – Uma cidade
PDT – uma cidade
PSB – uma cidade
Republicanos – uma cidade

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br