Opção de música: Tribo da Periferia e Dan Lelis farão show em Palmas

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 22/03/2019

Última atualização em 26/08/2019 13:08

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Com 20 anos de carreira, o grupo brasiliense Tribo da Periferia, considerado como um dos precursores do rap nacional, apresenta-se neste sábado, 20, no Sindicato Rural de Palmas. A noite também terá show com o rapper Dan Lellis, de Goiânia. Os portões serão abertos às 22 horas.

Os ingressos estão à venda, no terceiro lote, valendo: Pista R$ 50,00 (pista), R$ 80,00 (Área Vip), R$ 700,00 (Bistrô, para 5 pessoas, mais combo de uma garrafa de uísque ou vodka), e ainda R$ 60,00 o passaporte (sábado e domingo). Todos os valores são acompanhados por 1 kg de alimento não perecível por pessoa. Postos de nas lojas Fabiano Pisos (Palmas), Adriana Bombons (Taquaralto) e Art Massas (Paraíso), ou pelo site www.usinadoingresso.com.br. Informações (63) 9988-1406.

Os artistas

A Tribo, como é chamada pelos seus milhões de fãs por todo território nacional, foi fundada no início de 1998 por seu vocalista Duckjay. O grupo se destaca pela inovação e criatividade em suas composições e conta com mais de 2 milhões de inscritos em seu canal oficial. Com seis álbuns, seus maiores sucessos são “Carro de Malandro”, “Pode Olhar Que Eu Deixo”, “Marciano”, “Aniversário do Colombiano”, “Ela tá Virada” e “Alma de Pipa”, “Insônia”, “Perdidos em Narnia”, “Nem foi Combinado”, “Doce da Alma” “Imprevisível”, entre outros.

Em um ano, a vida de Danilo Oliveira Lellis, 23, deu uma guinada de 180º. Nascido em Goiânia, terra de muitas duplas sertanejas, ele sempre transitou com naturalidade pelo gênero. Compôs modões e tentou a sorte com a sua própria dupla. No final de 2016, Danilo criou coragem para tomar uma decisão arriscada: sob a alcunha de o Dan Lellis, mudou-se para Brasília e largou o sertanejo para se dedicar ao rap.

Dan toca violão, bateria e teclado, instrumentos que aprendeu na infância. A pegada sertaneja no rap é o seu diferencial em músicas como “Madruga”, “Catuaba”, “Open Bar), “Banheira de Espuma” e “Amor Bandido”.

Som Automotivo

A diversão no Sindicato Rural continua no domingo, 24, com o Campeonato Mundial de Som Automotivo e Rebaixados. A programação inclui Campeonato de Tunning, Minipista de educação infantil, Desafio da Lombada, Encontro de Motos e Encontro de Bikes. Abertura dos portões às 9 horas.

 

 

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]