Pref Palmas 16/10/20

Palmas: força-tarefa desmonta ponto de armazenamento de drogas de facção criminosa de atuação nacional

Por Gazeta do Cerrado | 14/10/2020

Última atualização em 14/10/2020 11:53

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Foto: divulgação SSP

Duas mulheres são presas e um menor é apreendido

Força-tarefa de combate ao tráfico de drogas desmontou um ponto de tráfico de drogas localizado na região sul de Palmas. O local era utilizado para armazenar e vender drogas de uma facção criminosa de atuação nacional. Realizada na noite desta terça-feira, 13, a ação resultou ainda na apreensão de 2,5 Kg de maconha; 1,5 Kg de cocaína; 25 munições de diversos calibres e carregador de arma, bem como insumos para produção e fracionamento de narcóticos. Três pessoas, sendo duas mulheres e um menor, foram conduzidas à Delegacia.

De acordo com o delegado-chefe da 1ª Denarc, Enio Wálcacer de Oliveira Filho, o núcleo operacional da 1ª Denarc em parceria com o núcleo de inteligência do Gaeco, monitoraram o local e confirmaram as informações de como funcionava a organização do tráfico no local, bem como envolvidos, e confirmou o intenso fluxo de movimento de usuários e traficantes entre duas casas localizadas na região sul de Palmas, no setor Jardim Vitória. De acordo com o delegado de polícia, as informações apontaram para uma das casas como sendo utilizada para estocagem de drogas em maior quantidade e a outra para fracionamento e entrega para usuários, em um sistema que buscava evitar ação policial.

Os agentes da equipe operacional da 1° DENARC conduziram três pessoas à divisão, onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante de duas mulheres, pelo crime de tráfico de drogas.  Um dos conduzidos era um adolescente, o qual foi liberado mediante termo de compromisso de seu responsável legal.

Parceria

O Delegado da 1ª Denarc informou que a parceria entre a delegacia e Gaeco vem trazendo resultados efetivos na solução de crimes de tráfico de drogas vinculados à organizações criminosas, na identificação de lideranças do narcotráfico em Palmas e no Tocantins. As operações cruzadas entre a Denarc e Gaeco que redundaram na parceria foram as operações Hidra de Lerna da Denarc, que visa o combate ao tráfico de drogas e associação para o tráfico, e a operação Collapsus, do Gaeco, que investiga o crime organizado no Tocantins.

Fonte: SSP

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br