Promotor entra com ação para que Seduc faça concurso e quer proibição de contratos temporários

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 12/09/2019

Última atualização em 12/09/2019 11:56

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

O Ministério Público do Tocantins (MPTO), por meio da 9ª Promotoria de Justiça da Capital, ajuizou nesta quinta-feira, 12, Ação Civil Pública (ACP) com pedido de tutela de urgência, requerendo que a Justiça obrigue o Estado do Tocantins a promover concurso público para preenchimento de vagas no quadro da educação. A ação também pede que o ente seja proibido de celebrar novos contratos temporários, de forma reiterada e sucessiva.

Na ação, o promotor de Justiça Edson Azambuja relata que há quase 10 anos não é realizado concurso público no âmbito da Secretaria da Educação, Juventude e Esportes do Estado do Tocantins, situação que se agrava em virtude do número excessivo de contratos temporários. O inquérito civil público instaurado pela promotoria de Justiça apurou que até novembro de 2018, a rede estadual de ensino contava com 6.673 contratos temporários, o que representava 42,40% do quadro funcional. Em abril deste ano foram requisitadas informações à Secretaria, que se limitou a informar sobre a iminência de celebração de 4.890 contratos temporários.

Edson Azambuja reforça que o concurso público é exigência constitucional, previsto no art. 37, II, da Constituição Federal e, portanto, não pode ser burlada pela manutenção excessiva e reiterada de servidores atuando por meio de contratos temporários. “Os detentores de contratos temporários ficam reféns das indicações políticas, fomentadas, em sua maioria, por políticos, violando os princípios da legalidade, impessoalidade e moralidade administrativa”, concluiu.

Com bases nos apontamentos, a ACP requer que o Estado deflagre concurso público destinado ao provimento de no mínimo 5.644 cargos vagos, no prazo máximo de seis meses; que não celebre contratos temporários, de forma reiterada e sucessiva; e que também faça a inclusão dos valores necessários para a realização do concurso na Lei Orçamentária Anual – Exercício Financeiro de 2020.

O outro lado

A Gazeta do Cerrado procurou a Secretaria Estadual de Educação (Seduc-TO).

Em nota a Secretaria afirmou que ainda não foi notificada sobre a ação.
“Sobre a ação a Procuradoria Geral do Estado (PGE) informa que não foi notificada”, disse.

Fonte: MPE-TO

______________________________________________________________________________

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado24 horas por dia:

Instagram - Gazeta do Cerrado

Instagram: https://www.instagram.com/gazetadocerrado/

Twitter - Gazeta do Cerrado

Twitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09

Facebook - Jornal Gazeta do Cerrado

Facebook: https://www.facebook.com/gazetadocerrado.com.br  

YouTube - Gazeta do Cerrado

YouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG Grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/DdY063ahwDvH7s5ufstyPE     Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.   Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319   Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796  

Gazetadocerrado.com.br – Para mentes pensantes

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]