Síndrome do olho seco, você sabe o que é?

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 11/07/2019

Última atualização em 26/08/2019 10:39

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Aquela vermelhidão contínua nos olhos, a sensação de que eles estão com areia e aquela coceira irritante?! Esses são apenas alguns dos sintomas da Síndrome da Disfunção Lacrimal também conhecida como a Síndrome do Olho Seco.

De acordo com a médica oftalmologista do Instituto Vision Laser, Vivian Bessa, essa síndrome é provocada por alterações na composição ou na produção das lágrimas que prejudicam a lubrificação dos olhos. “Esta é uma anomalia na produção ou na qualidade da lágrima, que provoca o ressecamento da superfície dos olhos, da córnea e da conjuntiva”, esclarece.

Segundo a Associação dos Portadores do Olho Seco (APOS), cerca de 18 milhões de brasileiros sofrem com a doença. A oftalmologista aponta algumas das principais causas dessa enfermidade. “Algumas das principais causas são: o clima seco, com vento e ensolarado, fumaça de cigarro, a poluição, lugares fechados, ar condicionado e uso excessivo de computadores e aparelhos eletrônicos como o celular que podem aumentar a evaporação e causar olho seco”, alerta Vivian.

A oftalmologista esclarece que o diagnóstico pode der feito de forma clínica em uma consulta de rotina, mas existem exames específicos que também fazem a detecção do problema. “O diagnóstico da síndrome do olho seco é basicamente clínico, mas existem exames como o da lâmpada de fenda e o teste de Shirmer para avaliar o nível de produção de lágrimas”, aponta.

Quanto ao tratamento, Vivian Bessa, esclarece que essa síndrome não tem cura, mas pode ser tratada para amenizar o incomodo. “O tratamento é feito com a aplicação de lubrificantes oculares, que podem ser em formato de colírio ou pomada. Eles ajudam a aliviar os sintomas e, geralmente, não costumam ter efeitos adversos. É indispensável, porém, identificar e controlar as causas do distúrbio”, afirmou.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]