Tartarugas da Amazônia são resgatadas dentro de saco no rio Araguaia

Por Gazeta do Cerrado | 09/09/2020

Última atualização em 09/09/2020 11:39

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Infratores foram multados em mais de R$ 85 mil

O Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), por meio de sua equipe do Parque Estadual do Cantão (PEC), em parceria com o Destacamento de Política Militar Ambiental (DPMA) de Caseara, realizou uma operação de patrulhamento aquático e terrestre nos rios Araguaia e Coco, lagos da Cabana e Paredão, Projeto de Assentamento Onalício Barros (Marianópolis) e ponte sobre o rio Coco (Pium). O patrulhamento ocorreu entre os dias 5 e 8 de setembro.

Durante a ação no rio Araguaia, a equipe flagrou dois infratores praticando pesca predatória, não portando licença para exercerem a atividade. No acampamento, dos referidos pescadores, foram apreendidos 17 quelônios – tartaruga da Amazônia (Podocnemis expansa), que estavam presos em um saco; uma caixa de isopor com 35 quilos de pescado de várias espécies e 480 metros de redes de pesca. Os dois foram autuados por crimes ambientais. A multa aplicada pela captura dos quelônios foi de R$ 85 mil e R$ 1,9 mil pela pesca ilegal.

Centenas de metros de redes também foram apreendidas durante o patrulhamento – Divulgação Naturatins

Já no rio Coco, ao vistoriar acampamentos, a equipe encontrou duas caixas de isopor com 30 quilos de pescado de diversas espécies e 100 metros de rede. Foi lavrado auto de infração com aplicação de multa no valor de R$ 1,6 mil. Os 65 quilos de peixes foram doados para moradores de comunidades carentes dos municípios de Caseara e Marianópolis. Todo o material apreendido foi levado para o pátio do DPMA.

O gerente do PEC, Adailton Glória, informou que esses patrulhamentos são rotineiros e cumprem uma orientação do próprio presidente do Naturatins, Sebastião Albuquerque, no sentido de mitigar os crimes ambientais praticados no interior do Parque. “Todos os dias as equipes fazem patrulhamento em diversos pontos dos rios e lagos do Cantão, como forma de evitar crimes ambientais”, informou o gerente.

Pescado apreendido foi doado para moradores de comunidades carentes de Marianópolis – Divulgação Naturatins

Fonte e Fotos: Ascom Naturatins

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br