Vândalos cortam cabos telefofônicos e detentos ficam sem atendimento jurídico no presídio da capital

Por Gazeta do Cerrado | 08/04/2021

Última atualização em 08/04/2021 15:03

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

A equipe especializada identificou o rompimento de cabos que passam por uma das estradas às margens do estabelecimento penal – Foto – Seciju

Após a Unidade Penal de Palmas (antiga CPP de Palmas) ficar sem prestação de serviço telefônico por ação de vândalos, a equipe de suporte técnico iniciou na manhã desta quinta-feira, 8, os trabalhos de reparos nos cabos e fios condutores da rede telefônica.

Devido ao acontecimento, os atendimentos jurídicos de advogados e defensores públicos, que estão acontecendo por meio de videochamadas desde o anúncio da Pandemia, ficam suspensos durante o período de atividades da assistência técnica, devendo ser normalizados e restabelecidos a partir da próxima segunda-feira, 12. Já as demais atividades administrativas no interior da Unidade Penal seguem normalmente.

O diretor da Unidade Penal da Capital, Thiago Sabino, contou que a interrupção da prestação do serviço de telefonia foi causada por uma ação criminosa que está sob investigação para apurar quem são os envolvidos e que a detecção foi feita após os servidores terem dificuldade no estabelecimento de conexão dos ramais institucionais. Diante disso, as equipes de segurança da Unidade realizaram uma força tarefa para encontrar a falha e com o trabalho da equipe especializada foi identificado o rompimento de cabos que passam por uma das estradas às margens do estabelecimento penal.

Thiago Sabino reforçou que a gestão vem trabalhando constantemente em prol da segurança da Unidade e da excelência no atendimento ao público externo. “Nossa equipe está empenhada no cumprimento dos protocolos de segurança e estamos trabalhando para que nenhuma ação de vandalismo impeça o bom funcionamento do estabelecimento penal”, finalizou.

Por Maria Gabriela/Ascom Seciju

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora-Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor-Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Subeditor: Lucas Eurílio

Jornalista: Brener Nunes

Jornalista: Maju Jacob

Redatora: Luciane Santana

Coordenador de Produção: Jota Pereira

Produtor Audiovisual: Luiz Menezes

Social Mídia: Hemilly Souza

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 985-211-001
[email protected]

Institucional ou Administrativo (63) 981-159-796
[email protected]