Alfinetada: Flávio Dino rouba cena e pede que Bolsonaro desarme tanto conflito que semeou na nação: “sensação de desgoverno no Brasil”

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 02/08/2019

Última atualização em 26/08/2019 13:01

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Equipe Gazeta do Cerrado

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) roubou a cena durante o Fórum de Governadores da Amazônia Legal nesta sexta-feira, 2, no Tocantins. Os governadores defenderam a preservação da Amazônia,  mas Dino teve um tom mais forte e de alfinetadas no governo.

“Precisamos respeitar as normas científicas e legais. Essa é uma causa que deve reunir todos os brasileiros. Não há contradição entre preservação e meio ambiente ”, disse sobre os dados divulgados sobre o desmatamento e questionados pelo presidente Jair Bolsonaro.

“Temos que, como patriotas brasileiros defender o sistema de monitoramento mas jamais destruindo o que milhões de brasileiros construíram. Tudo isso sem expor o Brasil perante as outras nações” defendeu.

Ele foi ainda mais direto e pregou “menos conflito e mais união” além da defesa do fundo da Amazônia. “espero que governo federal desarme tanto conflito que semeou na nação”, disse.

Ele falou ainda que é necessário respeitar a ciência e disse que a união dos governadores e para defender a Amazônia.

Política

Flávio Dino, falou sobre sua possível candidatura à presidência da república em 2022, e deixou claro que se já existe essa cobrança: “Há uma insatisfação com o atual governo federal”, disse.

“Na verdade, nós temos a sensação de desgoverno no Brasil. Quando essa pergunta é feita, é porque há uma insuficiência, omissões inaptidão do governo federal. É como se fosse uma espécie de envelhecimento precoce”, disse.

E destacou sobre o convite de Carlos Amastha para integrar o PSB, Dino afirma ser muito grato. “Foi um convite sem dúvida honroso, porque o PSB é um partido importante para o Brasil, histórico, assim como o meu, PCdoB, são partidos que tem uma longa vida em comum, de lideranças brasileiras muito importantes”, afirmou.

“O partido tem meu respeito, mas no momento estou muito bem e confortável no PCdoB, no partido que fui eleito duas vezes governador do meu Estado. Então, nisto de mudança de partido, nada decidido”, esclareceu Dino.

Flávio Dino se destacou com relação aos outros governadores pela simpatia e disponibilidade para falar com os presentes. Fez muitos selfies e foi o mais tietado.

________________________________________________________________________

Gazetadocerrado.com.br – Para mentes pensantes

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

2 comentários

2 comentários
  1. DAVID LIRA PEIXOTO Responder
    03/08/2019

    Flávio Dino. Um Zé ruela que afunda a Bahia e quer ser presidente???? Pqp. Só os brasileiros sendo loucos pra votar num retardado desse.

  2. ERNANE LIBOREDO Responder
    03/08/2019

    ESSE DINO TEM MENTE DA IDADE DA PEDRA, E TEM INVEJA DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA,!

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

AgroPalmas
ASSECAD NOVO 11/02/2019
SINTET
ATM a partir do dia 17/04/2019
BRK-06-06-2019

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]