Araguaína: Calçadas com centro-guias já são usadas por deficientes visuais

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 20/06/2017

Última atualização em 26/08/2019 11:22

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

unnamed

A região central de Araguaína está recebendo a recomposição de calçadas com blocos intertravados e centro-guias. Esse tipo de material garante a acessibilidade, para todos os deficientes físicos, visuais e idosos. Wilson Dias de Souza, de 46 anos, percorre sempre o Centro para realizar suas atividades diárias, é deficiente visual e aprovou a acessibilidade do piso tátil das centro-guias.

“Sempre me baseava pelo muro para chegar ao meu destino, agora com a centro-guia fica bem mais fácil me locomover, porque com o meu bastão eu já consigo identificar por onde seguir”, disse.

Souza trabalha como auxiliar de raio-x em um hospital da cidade e para ir ao trabalho utiliza coletivos. “Eu sempre preciso utilizar as calçadas, até chegar ao ponto. Às vezes recebo ajuda de pessoas, mas nem sempre isso acontece. Muitas das vezes passamos despercebidos e por isso fico feliz em saber que há projetos que pensam na gente”, contou.

Casado também com uma deficiente visual, Elma dos Santos, Wilson Souza tem dois filhos e leva uma vida normal. Formado em Letras pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), ama ler e já adaptou o celular em código braile.

“Eu perdi a visão por causa de uma febre, quando ainda era criança, isso não me impediu de ir à luta e buscar meus objetivos”, frisou.

Segurança
O piso intertravado aplicado nas novas calçadas possui inclinação de 2% e medida padrão de 1 metro e meio. Esse tipo de material garante a passagem e segurança de pedestres, principalmente àqueles com deficiência ou mobilidade reduzida, como idosos.

Vão ser executados 65.255,30 metros de calçadas. Deste total já foram executados mais de 25% da obra.  Além das calçadas, estão sendo executadas na região central rede de esgoto. Desde 2013, Araguaína já recebeu mais de 250 quilômetros de rede de esgoto em 22 setores.

A obra está sendo executada pela BRK Ambiental, com a supervisão da Prefeitura, por meio da Secretaria da Infraestrutura.

Cuidados de todos
Executores da obra orientam que os moradores assim que receberem as calçadas devem tomar alguns cuidados para não atrapalhar a visibilidade e a passagem de pessoas com deficiência. Como por exemplo jardinagem muito grande e mau cuidada. Não obstruir as sarjetas ao longo do meio fio, nas entradas de veículos.

A projeção de rampa também para veículos deve ser proporcional para pessoas com deficiência física. Com a reconstrução das calçadas, todos os acessos de meios de transporte serão rebaixados, garantindo a acessibilidade.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]