Bombeiros se mobilizam para doar sangue à atleta que teve pé amputado

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 03/12/2018

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Na manhã desta segunda-feira, 03, cerca de 40 bombeiros se mobilizam para fazer doações de sangue a triatleta atingida pela hélice de bote salva-vidas do Corpo de Bombeiros neste domingo, 02. Segundo a corporação, um ônibus percorreu batalhões para levarem os militares até hemocentros de Palmas.

Ludmila Barbosa Oliveira continua internada na UTI do Hospital Geral de Palmas e segundo a Secretaria Estadual da Saúde, ela não tem previsão de alta. A triatleta está em estado grave e teve o pé esquerdo amputado.

A triatleta participa de competições desde o fim de 2017 e é professora no Centro Municipal de Educação Infantil João e Maria, da Prefeitura de Palmas.

Atleta foi atingida enquanto realizada uma prova no lago de Palmas – Reprodução Facebook

Entenda

O acidente registrado no lago de Palmas durante o Festival Estadual de Maratonas Aquáticas, neste domingo, 2, no distrito de Luzimangues, deixou a atleta Ludmila Barbosa Oliveira gravemente ferida, isso porque ela foi atropelada por uma lancha do Corpo de Bombeiros que estava dando apoio na prova.

Segundo as informações de uma atleta que estava no local na hora do acidente e não quis ser identificada, a outra competidora foi encaminhada para o Hospital Geral de Palmas após ser atingida na perna pela hélice da lancha.

“Eu estava preparando para realizar a prova e vi que uma amiga minha solicitou o resgate. Daí eu vi ela chegando desesperada na praia e pensei que ela tinha passado mal. Quando vi, outra moça estava sendo retirada da lancha com um corte na perna”.

Ainda segundo as informações, uma atleta que não estava conseguindo realizar a prova solicitou o resgate para o Corpo de Bombeiros, quando a lancha foi resgatá-la, Ludmila que estava um pouco mais a frente, foi atingida.

“Minha amiga pediu resgate e tinha outra moça na frente dela. O equipe de resgate não viu a atleta e ela foi atingida”.

Nossa equipe entrou em contato com o Corpo de Bombeiros. Em nota a coorporação lamentou o fato e disse que todos os procedimentos necessários para a preservação da vida e elucidação dos fatos foram e estão sendo tomados.

A Federação Aquática do Tocantins disse que a provas respeitou as regras internacionais e nacionais de segurança na água, Informou também que todas as providências legais estão sendo tomandas

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]