No Banner to display

Cinco crianças indígenas morrem no Amazonas

Por Luciane Santana | 10/01/2020

Última atualização em 10/01/2020 19:23

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

A Fundação Nacional do Índio (Funai) confirmou hoje (10) a morte de cinco crianças na região da Terra Indígena Vale do Javari, no Amazonas. De acordo com o órgão, uma das mortes aconteceu no porto do Rio Javari, na cidade de Atalaia do Norte, e as outras no percurso das comunidades até o local, “em circunstâncias não relatadas”.

Em nota, o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) informou que indígenas ficam em canoas ancoradas em local insalubre e consumindo água diretamente do rio. De acordo com a organização não governamental, que recebeu informações do Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) do Vale do Javari, já seriam seis crianças mortas.

Segundo o Cimi, na orla da cidade estão ancoradas mais de 20 canoas, cada uma com mais de dez pessoas que ficam ali abrigadas à espera de pagamentos de benefícios sociais, como da Previdência e Bolsa Família.

A Funai destacou que está atenta aos fatos ocorridos, mas que nem todos os recentes óbitos de crianças indígenas estão exatamente ligados ao deslocamento de indígenas até a cidade de Atalaia do Norte e à permanência na região. “A respeito da constância do grupo às margens do Rio Javari, a Fundação está apoiando e monitorando as medidas necessárias para o retorno desses indígenas às suas respectivas comunidades. Vale lembrar que a ida desses povos até a sede do município amazonense é um fato recorrente resultado de um processo socioeconômico”, diz a nota.

A reportagem entrou em contato com o Ministério da Saúde, responsável pelo Dsei, e aguarda retorno. Os Dseis são unidades descentralizadas do Sistema Único de Saúde (SUS) de atendimento a comunidades indígenas.

fonte: Agência Brasil

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]