Coluna Cultura do Vinho: A hora do sim

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 19/02/2017

Última atualização em 19/02/2017 11:55

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Hoje vou conversar sobre algo que muitas pessoas tem duvidas: Na hora do casamento, que vinho servir? Seja para impressionar ou apenas divertir e comemorar, a primeira coisa que tem que se ter em mente é que a grande maioria dos convidados esta lá para beber o bastante para se concentrar em celebrar e obliterar o que acontece do lado de fora, ou seja, a bebida, no caso o vinho, pode ser bom, mas não deve ser caro para não gastar muito.

vinho-para-casamento-1

Vamos começar com alguns detalhes: a comida é sempre variada consequentemente a  bebida tem que ser eclética, algo leve sem muitas frescuras, de preferencia com nada de couro ou madeira, os vinhos frutados e leves com pouco teor alcoólico são mais indicados, como o Carmenere Chileno:

Carmenere - Vinho frutado e com baixo teor de álcool Carmenere – Vinho frutado e com baixo teor de álcool

porém não pode esquecer um bom espumante para a hora do brinde, aqui de preferencia as nacionais são mais baratas e de ótima qualidade, procure por demi secs, moscatel ou asti que são levemente adocicadas já que elas são uma preferencia  feminina e os homens partem mais para destilados ou vinhos tintos.

Espumante levemente adocicado: Moscatel Espumante levemente adocicado: Moscatel

Espumante levemente adocicado: Asti Espumante levemente adocicado: Asti

 

 

 

 

 

 

 

Quando se pode, ou melhor, vale a pena investir mais um pouco: Em festas pequenas ou fechadas para até em torno de cinquenta convidados aos quais você tem certeza que saberão o que estão bebendo. A quantidade pode ser melhor calculada, começa com a melhor bebida e aos poucos pode introduzir os vinhos com menor qualidade e preço para os convidados, a espumante já pode ser importada para o grande brinde, entre as opções de Cavas Espanholas, Prosecos Italianos ou mesmo os Champagnes Franceses ou mesmo o Mumm Argentino.

mumm

Em caso de apenas algumas pessoas conhecidas que entendem de vinho, algumas garrafas selecionadas colocadas em um isopor (na verdade um tipo de balde apropriado para espumantes ou vinhos)  na mesa VIP dos noivos resolve o problema, depois que o pessoal for para a pista de dança chamar para o reservado e servir uma boa Champagne ou aquele vinho tinto ou Whisky que você guarda há anos para esta ocasião.

moet chandon balde

Eu sugiro para casamentos são sempre as linhas básicas de bons produtores como Catena ou Concha y Toro, preferencia a uvas mais leves como Malbec ou Pinot Noir,

Malbec-port concha y toro vinho

uma boa Chandon nacional para o brinde e para aquela garrafa especial. Por que não sair do comum e procurar alguns produtores diferentes ou países novos para abrir seus horizontes,

chandon

Adega da Moet Chandon - França Adega da Moet Chandon – França

boa semana e bons vinhos.

Ricardo Pisani, Colunista da Coluna Cultura do Vinho é: Publicitário e auto didata em vinhos e enologia, transformado em produtor de vinho. O conhecimento iniciou em casa e na prática, com dois restaurantes abertos pela família. Anos depois participou da formação da Vinícola Pisani em Santa Catarina onde, presta assessoria hoje. Ricardo Pisani, Colunista da Coluna Cultura do Vinho é: Publicitário e auto didata em vinhos e enologia, transformado em produtor de vinho. O conhecimento iniciou em casa e na prática, com dois restaurantes abertos pela família. Anos depois participou da formação da Vinícola Pisani em Santa Catarina onde, presta assessoria hoje.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]