Com 56 pelotões, Desfile em homenagem à Independência do Brasil atraiu milhares de pessoas em Palmas

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 07/09/2019

Última atualização em 07/09/2019 22:02

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Civismo, cidadania, inclusão, orgulho e amor pelo Brasil foram expressões recorrentes durante o desfile em homenagem à Independência do País. O ato foi realizado neste sábado, 7, na Praça dos Girassóis, em Palmas, e contou com a participação de estudantes e representantes das forças armadas e de segurança do Estado. Na plateia, o público acompanhou atento a todas as apresentações dos 56 pelotões que desfilaram pelas avenidas centrais da Capital seus mais de 4.300 membros civis e militares.


A cada pelotão, aplausos se misturavam ao som das fanfarras e bandas levando aos rostos dos estudantes um sorriso de orgulho pela oportunidade de representar sua escola e de celebrar os 197 anos do famoso “brado retumbante”, como diz a letra do Hino Nacional, ou o grito de independência que Dom Pedro eternizou às margens do riacho Ipiranga.
Esta foi a primeira vez que o desfile de 7 de Setembro foi realizado de forma integrada em Palmas, com a participação de pelotões de escolas do interior do Estado e das 13 Diretorias Regionais de Educação.


“Este momento foi pensado de forma a valorizarmos o trabalho realizado pelas nossas escolas e Regionais em todo o Tocantins, pois é lá, na ponta, que a educação é feita. Por isso, gostaríamos de homenagear todas as nossas unidades de ensino e nossas Diretorias Regionais com essa participação no desfile da Capital”, pontuou a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar.


Já o governador Mauro Carlesse deu destaque à maciça participação dos estudantes no desfile e frisou que o objetivo é sempre fazer com que as escolas estejam presentes em momentos como o deste sábado. “A gente tem que resgatar e fazer com que no próximo ano sejam mais escolas e que as crianças saibam a importância deste dia. Fico muito feliz de ver tantas crianças participando”, afirmou.


Expectativa


Antes mesmo do início do desfile, na concentração que foi realizada próximo à saída oeste do Palácio Araguaia, a expectativa entre os participantes do ato já era grande. Tanto entre estudantes de unidades de ensino regular, quanto dos Colégios Militares.


“Este é um dia muito importante porque podemos homenagear nosso País. É um dia em que deixamos de olhar apenas para nós mesmos e passamos a olhar o Brasil como um todo, suas riquezas e História”, destacou João Davi Medeiros Rodrigues, estudante do Colégio Militar – Unidade V, de Paraíso.

Entre os estudantes de escolas civis o sentimento era o mesmo, o orgulho. Kayk Lima é aluno do 9º ano na Escola Paroquial Cristo Rei, de Tocantinópolis e destacou a importância de participar de um momento cívico ao lado de estudantes de todo o Estado. “É um incentivo a mais para mim, pois aqui estou ao lado de alunos do Tocantins todo. Isso é muito importante”, completou.


Se compor um pelotão já é uma responsabilidade grande, fazer parte da banda, ou da fanfarra da escola aumenta ainda mais esse compromisso. É o caso de Renato Oliveira Silva, da Escola Estadual de Tempo Integral Professora Elizângela Glória Cardoso. Ele é Mor da fanfarra da escola, ou seja, é o membro que vai à frente do grupo, orientando os músicos, e destacou a rotina de preparo da fanfarra para o desfile.


“A fanfarra é um projeto da nossa escola. Nós ensaiamos todos os dias, nos intervalos dos turnos. É muito gratificante representar a nossa escola, homenagear a Pátria e poder levar para o público a nossa música”, destacou o estudante.
Realização


O desfile cívico foi uma realização do Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc) e contou com a presença do governador Mauro Carlesse, do vice-governador Vanderlei Barbosa, do comandante geral da Polícia Militar, coronel Jaizon Veras, da prefeita de Palmas, Cíntia Ribeiro, além de autoridades civis e militares.

Um dos temas trabalhados no desfile foi a prevenção ao suicídio pela escola estadual Beira Rio de Luzimangues.

Texto: Jornalista Phillipe Bastos- Seduc TO

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]