No Banner to display

Distanciamento social: Por que é necessário?

Por: Lucas Eurilio | 21/03/2020

Última atualização em 21/03/2020 08:28

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Município emitiu nota reiterando a necessidade de se alto isolar

Equipe Gazeta do Cerrado

Por conta da pandemia de Coronavírus (Covid-19) é necessário seguir algumas medidas como lavar bem as mãos, espirrar com a mão no nariz, tossir com a mão na boca e não compartilhar utensílios de uso pessoal, mas uma das principais é o alto isolamento social.

A necessidade de se alto isolar é real e por conta disso, o Município emitiu uma nota nesta sexta-feira, 20, onde reitera a necessidade de que as pessoas se distancie socialmente pra evitar o contágio e a propagação da doença.

Apesar da recomendação tanto a Prefeitura de Palmas como de órgãos competentes que trabalham contra o Covid-19, na Capital ainda é possível ver filas em supermercados, bancos, como mostrado pela Gazeta do Cerrado.

O segundo caso de Coronavírus foi confirmado pela Prefeitura de Palmas neste sábado e a paciente está internada em um hospital particular da Capital.

A advogada Kellen Pedreira, de 42 anos, é o primeiro caso do Tocantins. Ela está em alto isolamento, mas passa bem.

Veja a nota na íntegra

A Prefeitura de Palmas emitiu Nota Explicativa no final do dia desta sexta-feira, 20, reiterando a necessidade do isolamento social, como medida para evitar a propagação do coronavírus (Covid-19), conforme estabelecido no Decreto 1.859/20, notadamente no que diz respeito ao Artigo 12, que trata da suspensão das atividades de comércio e aglomeração de pessoas.

Dentre as medidas está a que veda a permanência para consumo local em padarias, conveniências, distribuidora de bebidas, lanchonetes e outros serviços de alimentação e bebidas.

Também ficam proibida as procissões fúnebres. Em caso de morte pela Covid-19, os velórios e enterro só serão autorizados para parentes de primeiro grau e autoridades religiosas. O caixão deve permanecer fechado, sem aglomeração de pessoas e em locais com prévia autorização sanitária. Para os demais tipos de velório segue a recomendação do espaçamento mínimo de dois metros entre as pessoas.

A Prefeitura também disponibilizou à população, para conhecimento, o link de acesso à cartilha elaborada pela Associação Brasileira de Supermercado (Abras), que trata da higienização e aglomerações nesses estabelecimentos. 

Lei abaixo a íntegra da Nota Explicativa

Tendo em vista a necessidade de isolamento social, estabelecida pela alteração do Decreto 1.859/20 e considerando o disposto no Art. 12, entende-se que:

1.         Todas as atividades que se relacionam com o lazer ficam suspensas;

2.         Ficam suspensas as atividades nos estabelecimentos que se enquadram no caput do referido artigo. Para os demais estabelecimentos, a suspensão de que trata o caput deverá ser observada para aquelas atividades sujeitas à aglomeração de pessoas;

3.         Para fins desse Decreto, entende-se por aglomeração a concentração de pessoas em um mesmo espaço físico, sem que haja entre elas um espaçamento mínimo de 2m (dois metros);

4.         Em estabelecimentos comerciais como panificadoras/padarias, conveniências, distribuidoras de bebidas, lanchonetes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas, exceto aqueles tratados no caput do Art. 12, fica suspensa a permanência para consumo no local;

5.         Entende-se por pólo comercial de rua os camelódromos;

6.         Ficam proibidas as procissões fúnebres públicas;

7.         Em caso de morte de pessoas confirmadas por Covid-19, os velórios, enterros e atos ecumênicos de corpo presente só serão autorizados para parentes de primeiro grau e autoridades religiosas, com o caixão fechado, sem aglomeração de pessoas e em locais com prévia autorização sanitária. Para os demais casos de velórios, segue recomendação de espaçamento físico mínimo de 2 metros entre as pessoas e o reforço da prática da higienização das mãos;

8.         Do que tratam as aglomerações e higienização dos supermercados e congêneres, a Associação Brasileira de Supermercados (Abras) publicou uma cartilha com as orientações.

Foto: Luciana Pires

#SóNaGazeta
#AltoIsolamento
#Coronavírus

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]