No Banner to display

Driblando a crise: Mercado Delivery cresce 130% em Araguaina e movimenta rede de serviços

Por: Maju Cotrim | 26/06/2020

Última atualização em 26/06/2020 11:38

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

A unidade do Tonolucro em Araguaína completou dois anos. São quase 200 mil entregas na cidade desde o início de 2020. A empresa chegou a atingir um crescimento de 130% no quantitativo de pedidos somente nos últimos 12 meses.

Durante a crise do COVID-19, que fez com que restaurantes e estabelecimentos que funcionavam de portas abertas tivessem que se readaptar, a empresa foi essencial para garantir que muitos continuassem atuando por meio das entregas.

Segundo a diretora regional no município, Léia Oliveira, em dois anos como uma unidade própria da franqueadora, o Tonolucro hoje contabiliza 16 colaboradores diretos, além de uma equipe que trabalha em áreas adjacentes com a elaboração de cardápio, marketing e inside sales, que opera remotamente, a partir de outras cidades, que passam de 30 profissionais. São 230 estabelecimentos que tiveram vendas ativas só em 2020.

Responsável por garantir também empregos indiretos como auxiliares de cozinha, operadores de caixa, entregadores, garçons, o trade do delivery na cidade envolve áreas como embalagem, máquinas de cartão, publicidade, tecnologia e ainda serviços para motocicletas, como manutenção e seguros dos veículos.

Com o coronavírus, a empresa ainda garantiu a absorção de muitos mototaxistas, que através da medida de distanciamento, recomendada pelos órgãos de saúde, se viram sem trabalho e acabaram migrando para o serviço de entregadores no Tonolucro. Por este motivo, Léia acredita que a pandemia moldou alguns setores da economia e o delivery proporcionou a geração de empregos em Araguaína. Hoje são 76 entregadores ativos na plataforma.

“Esse crescimento nos faz a todo momento buscarmos parceiros interessados em executar as entregas. Junto a este cenário com o poder de adaptação do Tonolucro temos geração de emprego, renda e capacidade para assumir o aumento de pedidos mantendo a qualidade e prosperidade da marca e dos nossos parceiros. Esse aumento na demanda provocou uma busca por emprego, por possibilidade de saída da crise econômica e então começamos a ser procurados por mototaxistas, garçons e outros profissionais de setores prejudicados. Para nós é uma felicidade poder oferecer trabalho em um momento complicado. Nossa busca e recrutamento são constantes, fazemos questão de atender todos, disponibilizamos links de acesso aos interessados, como forma de tornar prático e seguro esse contato”, pontua.

A diretora explica que, sempre pautados pelo planejamento, a equipe teve que se reinventar pós-pandemia, e o projeto do Tonolucro Express – Entregas Sob Demanda, que só seria apresentado no início do segundo semestre, teve que ser adiantado.

A novidade congrega diferentes serviços de delivery por meio de uma só plataforma. De acordo com a Léia, durante a crise do COVID a manutenção responsável do serviço de entregas vem sendo mantida principalmente pelo setor de comida pronta, mas tem aberto caminho para comidas congeladas, in natura e etc. A diretora ainda afirma que a alimentação é o grande motor deste mercado, mas que desperta outros que já estão consolidados como delivery, mas sem a cultura de consumo online, como é o caso das farmácias, prestação de serviços (informática, beleza e reparos residenciais).

“Ter acesso a isso tudo através de uma única plataforma dá maior visibilidade a vários mercados e várias empresas, grandes ou pequenos, em pé de igualdade. Sempre fomos pautados pelo bom planejamento. Até março deste ano deu muito certo. Mas o coronavírus nos tirou da cadeira e mostrou como a organização nos prepara para uma crise que acelerou nosso time de TI, forçou uma rápida adaptação da nossa equipe operacional, compreensão da equipe de marketing. Todos se mobilizaram, fizeram concessões e ajustes. Estávamos numa condição de “serviço de comodidade” e passamos a ser “serviço essencial” do dia pra noite. Havia nisso uma forte responsabilidade social antes de mais nada. Os entregadores, SAC, Logística e demais envolvidos no operacional ficaram expostos, se cuidando e dando seu melhor. Essa alteração no último bimestre exigiu muito de todos nós”, conta.

E no Norte do Estado a realidade do delivery chegou para ficar. Léia conta que se antes o Tonolucro precisava procurar as empresas para integrar a plataforma de delivery, explicando como era a atividade e ensinando o beabá, muitas hoje já abrem as portas para funcionar 100% online.

“Isso é fantástico! O mercado araguainense foi além do consumo do nosso serviço, adaptou-se e cresceu rápido e de forma séria. Os parceiros que estão conosco desde sempre podem olhar para trás e ver o quanto o serviço, o mercado, a oferta e a demanda evoluíram. Araguaína é um laboratório para os nossos times de marketing, comercial, de cardápio, de logística”.

Com a demanda em alta no crescimento, seja horizontal ou vertical, o Tonolucro Araguaína aposta no investimento em pessoas, tecnologia e marketing que resultam em uma frenética troca de ideia entre os departamentos, com uma equipe focada no futuro e que raramente sai do planejamento segundo Léia.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]