No Banner to display

Em 1ª sessão virtual do mundo, decreto sobre calamidade pública no Brasil é aprovado por unanimidade no Senado

Por: Lucas Eurilio | 20/03/2020

Última atualização em 20/03/2020 13:04

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Decreto foi aprovado durante sessão virtual nesta sexta-feira, 20

Maju Cotrim

O Projeto de Decreto Legislativo (PDL 88/2020) que reconhece que o país está em estado de calamidade pública em razão da pandemia global causada pelo coronavírus foi aprovado nesta sexta-feira, 20.  Foram 75 votos a favor.

Quem comandou a votação foi o primeiro-vice-presidente do Senado, senador Antonio Anastasia (PSD-MG). 

Foi a primeira votação remota nos 196 anos da história do Senado.

Todos senadores do Tocantins também votaram.

Veja como foi o voto dos tocantinenses

A senadora Kátia Abreu votou através de ligação no decreto de calamidade pública no país na manhã desta sexta-feira, 20. Ela estava em trânsito para Palmas.

A parlamentar votou sim e afirmou que o decreto é uma carta branca e garantia de liberdade para o governo agilizar as medidas. Ela pediu ainda que o ministro Paulo Guedes agilize a liberação do dinheiro. “Estamos dando a ele uma carta branca, para gastar a mais neste momento de crise sem nenhuma penalidade.

Ela foi a primeira do Tocantins a votar.

Kátia disse que a votação dá liberdade para uma reação econômica para manter os empregos. A senadora lembrou ainda os ambulantes, os microempreendedores individuais. “Esperamos que o ministro seja ágil na liberação destes recursos”, disse.

Ela parabenizou o ministro Mandetta, os profissionais da saúde e também a imprensa que está trabalhando para levar as informações á população.

Durante a votação os senadores falaram da urgência do momento e chegaram a pedir que as emendas da área da Saúde sejam liberadas pelo governo federal para ajudar os municípios neste momento.

Senador Eduardo Gomes

O senador Eduardo Gomes, líder do governo no Congresso, votou sim ao decreto de calamidade pública no país na manhã desta sexta-feira, 20. É a primeira votação virtual do mundo num parlamento.

Ele estendeu os votos de recuperação ao presidente da Casa, Davi Alcolumbre e ao colega Nelsinho Trad e Prisco Bezerra que estão com coronavírus.

Gomes cumprimentou e homenageou os profissionais da saúde, os servidores do Senado e do Governo Federal.

Ele pediu que o sistema de votação seja disponibilizado para as Assembleias Legislativas.

“O Senado e a Câmara se unem num momento de união forte e emergência

Ele mandou um recado especial aos idosos. “Que fiquem em casa e tomem todos os cuidados necessários”, pediuZ

“Passaremos neste momento com altivez e união… esse decreto é importante para que o país se una no esforço de vencer este momento difícil”, disse.

O senador Irajá Abreu votou sim também e disse que é preciso ter responsabilidade com o país neste momento.

#SóNaGazeta
#DecretoDeCalamidadePública
#SenadoresDoTocantins

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]