Exército alega indisponibilidade para reforçar triagem em aeroportos e rodoviárias do Tocantins

Por Maju Cotrim | 25/03/2020

Última atualização em 25/03/2020 11:45

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Maju Cotrim

O general de Brigada e Comandante Forplan, Marco Aurélio de Almeida respondeu ao pedido do governo do Tocantins para ajuda do Exército nas chegadas e saídas do aeroporto e rodoviárias em razão da pandemia de coronavírus. Ação semelhante foi feita pelo Exército em Brasilia.

“Informo a indisponibilidade de atender a estas demandas tendo em vista que a responsabilidade em um primeiro momento cabe a outros atores como concessionárias e órgãos de segurança pública estadual e municipal”, disse. No documento, o General sugere que primeiro a ANVISA, com apoio da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e Guarda Municipal realizem as tarefas solicitadas.

No documento, o general coloca o Exército á disposição para outras demandas em combate ao Covid-19.

As ações no aeroporto estão sendo feitas pela Infaero e nas rodoviárias a ATR tem feito orientação ás empresas e passageiros.

O pedido

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, solicitou ao Governo Federal no sábado, 21, autorização para que o Exército Brasileiro realize, em aeroportos e terminais rodoviários do Estado, os protocolos de triagem, avaliação clínica e encaminhamento dos viajantes abordados à unidade de saúde, conforme normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A ação é mais uma medida preventiva do Governo contra a proliferação da Covid-19, provocada pelo novo Coronavírus. No Tocantins, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou neste sábado, 21, que o Estado conta com dois casos de pacientes infectados pelo vírus e 79 suspeitos.

Para solicitar a ajuda do Exército Brasileiro, o governador Mauro Carlesse destacou a pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) no último dia 11 de março; o número de casos confirmados e óbitos já registrados no país; e também o Decreto editado neste sábado que declara calamidade pública no Tocantins.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br