Homem grava vídeo em Barrolândia-TO, sugere que fazenda é do ex-presidente Lula e repercussão causa transtornos para família

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 18/12/2018

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Equipe Gazeta do Cerrado

Um vídeo que viralizou na última semana pelas redes sociais do Tocantins, tem causado transtornos para o pecuarista Luís Carlos, que chegou a registrar Boletim de Ocorrência nesta terça-feira, 18, após grande repercussão. Conhecido desde criança como Lula, o pecuarista se surpreendeu quando recebeu em seu WhatsApp imagens da entrada da sua fazenda em Barrolândia na BR-153, a 88km de Palmas, feitas por uma pessoa não identificada.

Nas imagens o homem elogia o “asfalto bom” e o “grande acostamento”, “os bois no pasto”, além de falar da beleza da fazenda em questão. Ao final do vídeo, o homem filma a placa da fazenda que está com os dizeres “Proprietário: Lula e Família”, com uma imagem de Nossa Senhora Aparecida, e ainda a logo de uma empresa de sementes e nutrição animal.

“Eu fui prestar atenção porque eu gosto muito de fazenda, e vi esse pasto bem formado, uma fazenda que chama atenção. Aí fui ler uma placa, e tem um gado bonito ali, aí eu gostaria que vocês prestassem atenção nessa placa. Leiam direito. Aí eu fiquei indignado. Será de quem que é? Será que é do tratador de elefantes, será que é do larápio?”, diz o homem desconhecido no vídeo.

A referência sugerida por ele é ao ex-presidente Lula, condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. O vídeo tem circulado nas redes sociais e causado transtornos ao pecuarista e sua família e também para a empresa que consta na placa da fazenda. Ataques gratuitos, piadas, tem sido feito por cidadãos que acreditaram na veracidade do vídeo, causando medo e danos morais nas pessoas envolvidas.

“É uma irresponsabilidade o que foi feito. E se alguém vier até a fazenda e colocar fogos nos pastos ou com outra intenção ruim, causada pelo que é dito por esse homem no vídeo? E se eu e minha família viermos a sofrer algum tipo de violência por conta disso? Não é brincadeira uma coisa dessas”, diz Luís Carlos.

O fazendeiro conta ainda, que o proprietário da empresa que está na placa da sua fazenda também tem recebido inúmeros insultos e, inclusive, já conversou com ele para relatar o ocorrido. “É mais uma Fakenews espalhada. Os cidadãos precisam ter consciência de que algo assim afeta a vida das pessoas. Afeta a vida de nós trabalhadores. É preciso ter consciência antes de compartilhar as coisas nas redes sociais. Dependendo da repercussão, é inimaginável o que uma notícia falsa pode gerar”, completou.

Repercussão

Há relatos de que o vídeo fake se espalhou por todo o País. No Facebook por exemplo, uma única publicação já havia sido visto mais de 140 mil vezes, ultrapassando os 13 mil compartilhamentos. Muitos comentários sugeriam inclusive atentados à propriedade.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Instagram: https://www.instagram.com/gazetadocerrado/
Twitter: (@Gazetadocerrado): https://twitter.com/Gazetadocerrado?s=09
Facebook: https://www.facebook.com/gazetadocerrado.com.br  
YouTube vídeo reportagens e transmissões 🔴 AO VIVO🔴: https://www.youtube.com/c/GazetadoCerrado-TVG
Grupo do WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/DdY063ahwDvH7s5ufstyPE
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]