No Banner to display

Imunização contra influenza está abaixo da meta em vários grupos

Por: Maju Cotrim | 29/06/2020

Última atualização em 29/06/2020 07:36

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

A campanha de vacinação contra a Influenza se encerra na próxima terça-feira, 30, e por este motivo a Secretaria Municipal da Saúde (Semus) chama à atenção dos grupos prioritários para aproveitarem a oportunidade e se imunizarem durante este período. Conforme informações da Central Municipal de Vacina de Palmas (Cemuv), alguns grupos superaram a meta, sendo que até o momento 16.520 (156,2%) idosos foram imunizados e 9.901 (106,9%) dos profissionais de saúde receberam as doses.

Esses foram os únicos grupos do público-alvo que atingiram e ultrapassaram as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde (MS). O público-alvo que está mais distante do ideal são as puéperas (que se recuperam do parto), apenas 277 mulheres se vacinaram, o que representa 46,2% do percentual preconizado pelo Ministério.

Ainda segundo os dados da Cemuv, apenas 4.469 (72,7%) da população entre 55 a 59 anos receberam o imunizante. Já as crianças de 6 meses até menores de 6 anos, somente 13.529 (56,6%) alcançaram a meta. Do grupo de gestantes, 2.232 (61,3%) foram vacinadas. As pessoas com comorbidade, 11.306 (86,5%) buscaram a vacina e 2.719 (66,1%) dos professores também se protegeram da doença.

Para os demais grupos não há meta estabelecida por terem sido recentemente inseridos na campanha ou por não haver estimativa da população por município.

A enfermeira da Central Municipal de Vacinas, Juliana Araujo de Souza, destaca que historicamente o grupo de idosos e profissionais da saúde são os que atendem com mais rapidez ao chamamento para a vacinação contra influenza. “Neste ano não foi diferente, esses foram os primeiros grupos para os quais a vacina foi liberada. A procura foi bastante intensa chegando a esgotar as doses no Município nas primeiras semanas”.

Nas etapas seguintes, Juliana afirma que outros grupos não aderiram de forma tão expressiva. “Ressaltamos que é importantíssimo a vacinação dos grupos prioritários. Estes grupos são definidos pelo MS baseado em dados epidemiológicos e são escolhidos devido ao maior risco de desenvolver complicações e óbito pela doença”.

A enfermeira ainda chama à atenção para o grupo de gestantes e crianças, os quais não atingiram a meta preconizada em anos anteriores e são grupos extremamente vulneráveis para a infecção por influenza, risco de agravamento do quadro e óbito.

“Este ano, com a pandemia de Covid, sabemos que muitas pessoas estão com receio de procurar a unidade de saúde, com medo de contaminação. A Semus ressalta que os profissionais e as salas de vacina estão orientados quanto às medidas de distanciamento social, uso equipamentos de proteção individual (EPIs) e o álcool gel está disponível para a higienização da mãos, tornando os atendimentos seguros”, informa a enfermeira .

A profissional alerta ainda sobre os riscos da associação dessas doenças e o coronovírus. “Não podemos deixar que outras doenças voltem a circular em nosso território juntamente com o coronavírus. Isso irá piorar a nossa situação epidemiológica e a situação de saúde da nossa população”, finaliza.

Grupos prioritários

Os grupos prioritários da terceira fase são formados por pessoas com deficiência, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, professores e pessoas de 55 a 59 anos de idade.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]