Foto: Jose Neto-Maradona

O município de Mateiros, onde estão localizados os principais atrativos turísticos do Parque Estadual do Jalapão (PEJ) foi o último a registrar casos de Covid-19 no Tocantins e um dos poucos a não contabilizar óbitos causados pela doença. Além disso, a vacinação já atingiu mais de 35% da população local e a Comissão Especial criada pelo município para gerir as ações em saúde pública durante a pandemia continua trabalhando na manutenção de boas práticas e dando orientações sanitárias tanto aos operadores do trade turístico quanto à comunidade em geral.

Para manter o cenário favorável e ao mesmo tempo garantir a principal atividade econômica da região, o turismo, oferecendo um ambiente seguro em saúde aos visitantes e turistas, o Governo do Tocantins, por meio Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e pela Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc)publicou a Instrução Normativa 003/2021, publicada no último dia 9, que dispõe sobre os procedimentos adotados para a visitação turística nos atrativos Dunas, Serra do Espírito Santo e Cachoeira da Velha/ Prainha do Rio Novo.

“O cenário está tranquilo aqui em Mateiros, com baixo registro de novos casos e a população continua se cuidando e a Instrução Normativa orienta sobre as práticas que devem ser adotadas para visitação dos atrativos, fazendo com que o Jalapão possa voltar a ser visitado por quem deseja apreciar suas belezas”, reforça a supervisora da Área de Proteção Ambiental do Jalapão, Rejane Nunes.

Já o supervisor do Parque Estadual do Jalapão, Reinaldo Tavares, lembrou que o turismo no Jalapão é uma fonte de geração de emprego e renda para a região e que a atividade já foi bastante prejudicada por causa da pandemia. “Por isso a Instrução Normativa, que vem num momento em que há a diminuição dos casos e avanço da vacinação em todo o Estado, é muito bem vinda, porque garante os cuidados, tanto as pessoas, quanto dos atrativos, mas também permite a prática de atividades econômicas ligados ao turismo”, ressalta, lembrando que atualmente o município não tem registro de nenhum caso de Covid-19.

Agendamento

A Instrução Normativa trata dos processos de agendamento, do controle de capacidade de carga e da exigência do guia de turismo/condutor para visitar os atrativos públicos do Parque. Segundo a norma, o agendamento para entrada nos atrativos deverá ser feito por meio do preenchimento da Ficha Agendamento Jalapão, disponível para download no site: adetuc.to.gov.br, e enviada para o e-mail: agendajalapao@adtur.to.gov.br.

Apenas agências de viagens e turismo, guias de turismo e condutores cadastrados no Cadasture no Naturatins poderão solicitar o agendamento, que deve ser solicitado com um prazo mínimo de quatro dias de antecedência da data da visita.

Os agendamentos dos atrativos também terão que observar a capacidade de carga dos atrativos, ou seja, o número de pessoas permitidas. Para as Dunas, serão permitidas visitas de até 300 pessoas por dia; Cachoeira da Velha/Prainha do Rio Novo, 300 pessoas por dia; e para a Serra do Espírito Santo, 200 pessoas por dia.

As dúvidas quanto ao agendamento poderão ser enviadas para o e-mail agendajalapao@adtur.to.gov.br ou sanadas através do telefone (63) 3218-5802, das 8 às 14 horas.

Cuidados

A entrada nos atrativos só será permitida com a presença de um guia de turismo ou condutor cadastrado no Cadastur e licenciado pelo Naturatins. Cada guia de turismo ou condutor deverá guiar/conduzir grupo composto por, no máximo, dez pessoas.

É obrigatório o uso de máscaras e o distanciamento social durante a visita deve ser mantido. Além disso, as agências de viagens e turismo, os guias e os condutores serão responsáveis pelo retorno do lixo gerado pelo grupo.

Horários

A Instrução Normativa também determina os horários de visitação de cada atrativo. Para visitar as Dunas, o horário é das 7 às 11 horas e das 14 às 17 horas; para a Serra do Espírito Santo, das 4 às 11 horas; e para Cachoeira da Velha/Prainha do Rio Novo, das 8 às 16 horas.

Fonte: Ascom Naturatins