No Banner to display

Moradores registram violência policial em bar no Bico ; Comando vai apurar conduta de PMs

Por Gazeta do Cerrado | 12/01/2021

Última atualização em 12/01/2021 17:51

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Vídeo foi gravado por moradores de Buriti do Tocantins – Reprodução

Lucas Eurilio

Com a missão de “Promover segurança pública, por meio do policiamento ostensivo e da preservação da ordem, fundamentada nos princípios dos direitos humanos, visando à paz social no estado do Tocantins”, a polícia deve ser um porto seguro para qualquer cidadão em perigo.

Claro que a atitude de alguns policiais NÃO REPRESENTA toda e nem metade da corporação PM, no entanto, uma cena triste de violência policial foi registrada em Buriti do Tocantins, região do Bico do Papagaio.

Ao ser acionada pelo proprietário de um bar na cidade para conter uma confusão entre clientes, dois PMs chegaram ao local e momentos depois são filmados agredindo algumas pessoas.

Na gravação é possível ver que pelo menos dois homens são agredidos com empurrões, chutes, tapas e socos. (Veja no final da matéria)

Um deles, o de camisa amarela está no chão e aparentemente desarmado quando sofre alguns golpes.

Outro rapaz é empurrado quando parece questionar os PMs sobre a forma que a abordagem está sendo feita.

O caso foi registrado no último dia 10, e ganhou repercussão nas redes sociais nesta terça-feira, 12.

O que diz a PM sobre o assunto

Nossa equipe questionou a Polícia Militar o por quê de tanta violência ao abordar os clientes do bar e se há algum treinamento em Direitos Humanos é dado aos militares quando entram na corporação e começam a trabalhar.

Em nota a Polícia Militar (PMTO) informou que foi solicitada a sua presença pelo proprietário de um bar em Buriti do Tocantins, na noite do dia 10 de janeiro onde haveria uma confusão entre os frequentadores.

Conforme relato dos policiais, ao chegar no local, a equipe também passou a ser agredida e desacatada tendo sido necessário o uso da força com o objetivo de cessar a confusão. Sobre esse fato, foi registrado boletim de ocorrência.

O comando do 9º Batalhão da Polícia Militar, responsável pelo policiamento no local, irá instaurar procedimento administrativo para apurar a conduta dos policiais militares que atuaram na ocorrência.

A Polícia Militar reforça que não admite entre seus integrantes condutas que firam os direitos constitucionais do cidadão, além de trabalhar continuamente com todo seu efetivo na promoção da cultura da paz.

Sobre o treinamento em Direitos Humanos a PM não respondeu.

Veja o vídeo na íntegra

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]