Após suspender contratos temporários, prefeito de Arraias diz que vai prestar auxílio a famílias

Por Maju Cotrim | 25/03/2020

Última atualização em 25/03/2020 17:12

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Equipe Gazeta do Cerrado

O município de Arraias, Sudeste do Tocantins, publicou no Diário Oficial várias medidas em razão da pandemia de coronavírus.

Dentre elas, todos os contratos temporários foram suspensos.

“Considerando o decreto 032/2020 que “Declara situação de emergência em saúde pública no município de Arraias/TO e dispõe sobre medidas de enfrentamento da pandemia provocada pelo Coronavírus (COVID-19) e dá outras providências
CONSIDERANDO a queda substancial dos repasses do FPM ao Município;
CONSIDERANDO que o Município para adimplir suas obrigações financeiras precisa dos repasses dos Governos Federal e Estadual”, diz o ato.

O Município alega que não tem outra fonte de receita que não o FPM – fundo de participação dos Municípios e considera a lamentável situação causada pela pandemia do Coronavírus.

“CONSIDERANDO que devemos tomar as medidas menos traumáticas possíveis, ainda que qualquer delas seja péssima; CONSIDERANDO que o Município não dispõe de recursos financeiros para pagamento de contratados que não estão prestando serviços, Ficam suspensos todos os contratos temporários a partir de 20/03/2020 relacionados no anexo, inclusive pagamentos, enquanto perdurar a situação de emergência em saúde pública no município de Arraias/TO em razão de pandemia de doença infecciosa viral respiratória (COVID-19) causada pelo agente novo Coronavírus”, diz o decreto.

O ato é do prefeito Antônio Wagner Gentil.

O que diz o prefeito

O prefeito de Arraias, Wagner Gentil explicou que a medida não atinge todos os contatos e sim apenas alguns servidores dos projetos sociais, monitores de sala de aula, monitores de vans e professores que estão todos parados. “Tenho que fazer porque assim que voltar as aulas vamos voltar a ativa. Como vou pagar se não tenho o dinheiro?”, disse.

Ele alegou a situação financeira difícil da cidade. “Vamos começar dando assistência, vamos auxilia-los com cestas básicas, tenho que estar preparado para dar suporte para minha cidade”, disse.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br