Mutirão de Cidadania e Justiça mobiliza São Félix do Tocantins

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 26/08/2019

Última atualização em 26/08/2019 16:18

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

“Pretendemos levar o Poder Judiciário aos diversos locais, facilitar o atendimento ao jurisdicionado e proporcionar um maior contato das autoridades com a comunidade”, ressalta a juíza Aline Bailão, titular da Comarca de Novo Acordo, sobre a segunda etapa da quarta edição do Mutirão da Cidadania e Justiça, que começou nesta segunda-feira (26/8) e se estenderá até dia 28 em São Félix do Tocantins.

 A programação, que será realizada na Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus (das 8 ao meio-dia e das 14 às 18 horas), prevê a realização de audiências de instrução e conciliação, julgamento de processos, ofertas de serviços ao cidadão, palestras e cursos.  “O projeto vai ao encontro dos objetivos da gestão atual do Tribunal de Justiça, estampada no Projeto Justiça Cidadã, que tem a mesma proposta”, lembra a magistrada.

Além das 28 audiências já programadas, serão realizadas ainda audiências cujas petições iniciais e acordos acontecerem durante o evento. Cobrança, questões de interdição, usucapião e investigações de paternidade são os temas dominantes das audiências, assim como as que visam a retificação de documentos públicos.

O mutirão tem a participação das serventias de Registro Civil e de Registro de Imóveis, da Junta Militar, Procon, Instituto de Identificação do Estado do Tocantins, entre outros parceiros. Entre os serviços ofertados ao cidadão estão a emissão de título eleitoral e a expedição de 2ª via de Certidões de Nascimento, Casamento e Óbito, de Nascimento e de Reservista.

A programação prevê ainda a realização de palestras, entre as quais a ministrada pela equipe do Ministério Público Estadual (MPE) –  “Estupro, visitas e fiscalizações”. E também curso para os estudantes sobre resistência às drogas e a violência através da equipe do Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd).

Realizada em maio último, a primeira etapa do mutirão terminou com a realização de 150 atendimentos, além do ajuizamento de 52 ações nas fases pré-processual, processual e criminal, em São Félix, que faz parte da comarca de Novo Acordo.

 Confira a programação completa aqui.

Texto: Marcelo Santos Cardoso 

fonte:Comunicação TJTO

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]