No Banner to display

Na linha de frente, profissionais terceirizados da UTI Covid do HGP alegam falta de pagamento

Por Gazeta do Cerrado | 17/12/2020

Última atualização em 17/12/2020 13:15

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Hospital Geral de Palmas – Foto – Aldemar Ribeiro

Lucas Eurilio

A pandemia fez com que as pessoas, os setores da economia, a política e gestões tivessem que correr contra o tempo para se adaptar ao ‘novo normal’.

Máscaras, álcool gel atualmente são – ou deveriam ser – obrigatórios, além do isolamento social que já está completamente ‘relaxado’. Festas, aglomerações, praias,  falta de responsabilidade do cidadão, falta de planos eficazes para o combate e controle da contaminação, tudo isso acarreta em consequências que são os aumentos dos casos e mortes por Covid.

No Tocantins, o Governo do Estado precisou contratar mais profissionais da Saúde para ajudar a resgatar e recuperar a vida dos tocantinenses acometidos pela doença.

Na linha de frente esses super-heróis tem lutado diariamente e enfrentando vários problemas. Agressões físicas e verbais, muitas vezes esse profissionais precisam lidar com todo tipo de situação, inclusive com o medo de serem contaminados e com a falta de pagamento.

Conforme o último relatório situacional publicado pela Secretaria, o TO já confirmou até o último dia 3 de dezembro, 2.487 casos de covid em trabalhadores de saúde sob a gestão da pasta.

Contratados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) através do Instituto de Saúde e Cidadania (Isac), servidores da UTI Covid-19 do Hospital Geral de Palmas (HGP) entraram em contato com o Gazeta do Cerrado nesta quinta-feira, 17, afirmando que o salário de novembro está atrasado e até hoje nenhuma justificativa foi dada.

 “Os colaboradores estão preocupados com o atraso, pois até o momento nenhum dos que trabalham na UTI Covid-19 no HGP receberam”. 

Os profissionais alegam ainda que não há uma data certa para que eles recebam o dinheiro em suas contas.

“O dia de recebimento varia todo mês. Fica entre os dias 8 e 12, mas nunca tem data certa”, explicou à nossa equipe. 

O Gazeta do Cerrado entrou em contato tanto com a SES-TO quanto com o Isac.

Em nota, o Instituto de Saúde e Cidadania disse que tem dialogado com a SES há 15 dias e foi informado que o repasse deve ser feito ainda esta semana. (Confira na integra abaixo). 

A SES disse que o processo para pagamento do Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), responsável pelas UTIs Covid-19 nas unidades hospitalares públicas estaduais, está sendo analisado pela equipe técnica.

Nota Isac na íntegra

O ISAC – Instituto Saúde e Cidadania informa que está aguardando o repasse da Secretaria de Saúde do Tocantins referente a competência de novembro para efetuar o pagamento dos colaboradores que estão atuando nas UTIs Covid-19 nos hospitais regionais de Gurupi e Araguaína, assim como no Hospital Geral de Palmas.
Há 15 dias, o Instituto está dialogando com a Secretaria de Saúde sobre o tema e foi informado que o repasse deve ser feito ainda esta semana. Quando confirmado o crédito em conta, o pagamento dos profissionais será realizado de imediato.
O ISAC lamenta o atraso ocorrido neste mês, afinal, o  seu compromisso é de pagar em dia  todos os profissionais. De forma que, solidariza-se com os profissionais e lembra que, por se tratar de recuso público para gestão específica por projeto, só pode efetuar o pagamento com recurso do contrato. 
Para cada projeto que o ISAC gerencia é aberta uma conta específica e apenas os recursos do próprio contrato podem ser usados para pagamentos e manutenção do serviço. Por uma questão legal, o ISAC é proibido de usar o recurso de outro contrato para pagar as despesas, inclusive de pessoal. 
Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]