Ordem assinada: obras de ponte em Xambioá começam em janeiro e conclusão só em 2021

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 14/09/2017

Última atualização em 26/08/2019 10:55

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Foto: Beto Barata Foto: Beto Barata

“Esse ato concretiza o sonho da população de dois estados fundamentais para o desenvolvimento do Brasil”. A declaração é do governador Marcelo Miranda ao assinar, nesta quinta-feira, 14, juntamente com o presidente da República, Michel Temer, a Ordem de Serviço para início das obras de construção da ponte sobre o rio Araguaia, ligando a cidade de Xambioá (TO) a São Geraldo do Araguaia, no Pará.

 

O evento serviu de base para anúncio, por parte do Governo Federal, de outras obras esperadas há tempo pelos tocantinenses. Dentre elas, a ampliação do aeroporto de Araguaína, o derrocamento do Pedral do Lourenço, além de outras que devem transformar o Tocantins em um polo intermodal de transporte.

 

Gestão direcionada à construção da ponte Xambioá-São Geraldo foi iniciada em 2008, no segundo mandato do governador Marcelo Miranda. Desta vez, a demanda foi retomada com o apoio da bancada federal do Tocantins. Para o governador tocantinense, a construção da obra tem um significado especial para o desenvolvimento da Região Norte do País.

 

Foto: Beto Barata Foto: Beto Barata

O presidente Michel Temer determinou à equipe que não deixe faltar recursos e recomendou que a empresa contratada priorize os trabalhadores da região. “É importante que os trabalhadores locais sejam priorizados na obra”, recomendou Temer, ao elogiar o entusiasmo com que o governador Marcelo  Miranda conduz a gestão no Estado.

 

“A ponte será priorizada, já temos verba para este ano que nos dá a segurança de podermos iniciar esta obra, fundamental e emblemática para a região”, pontuou o ministro dos Transportes, Maurício Quintella. Ele salientou que com o derrocamento do Pedral do Lourenço, que será iniciada em breve, e a efetivação da ampliação do aeroporto de Araguaína, a região se tornará um polo intermodal.

 

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Tocantins (Dnit), Eduardo Suassuna, explicou que o próximo passo será a instalação do canteiro de obras, pela empresa contratada, para o início das obras em janeiro do próximo ano. Segundo ele, o prazo para conclusão da ponte é de três anos.

 

A prefeita de Xambioá, Patricia Evelin, lembrou que a construção da ponte representa o sonho de várias gerações e vai promover o desenvolvimento e o incentivo ao empreendedorismo. “O progresso vai passar e também se estabelecer em Xambioá”.

 

O ministro do Planejamento, Diogo Oliveira, na condição de tocantinense, também destacou a realização da obra como um sonho que está sendo concretizado e garantiu que os recursos já estão previstos no Orçamento.

 

Ponte

 

Foto: Beto Barata Foto: Beto Barata

A ponte que vai ligar Xambioá a São Geraldo do Araguaia contará com 1.721 metros de extensão e será construída no trecho da rodovia BR-153, interligando a malha viária dos estados do Tocantins e Pará. Está orçada em R$ 132 milhões, sendo que R$ 100 milhões já estão garantidos no orçamento de 2016, por meio de emenda impositiva da bancada federal do Tocantins.

 

Autoridades

 

O anúncio da obra foi realizado em Xambioá e em seguida em São Geraldo, no Pará. O evento contou com a presença da vice-governadora do Tocantins, Claudia Lelis; do vice-governador do Pará, Zequinha Marinho; do ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella; do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho; e do ministro do Planejamento, Diogo Oliveira.

 

Também presentes o senador Vicentinho Alves e os deputados federais Carlos Gaguim,  Vicentinho Jr., Lázaro Botelhos, Dulce Miranda, Josy Nunes e Dorinha Seabra, além de deputados estaduais, prefeitos, vereadores e lideranças políticas da região.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

2 comentários

2 comentários
  1. Moises Responder
    18/05/2018

    Passei por aí no começo de 2018, não tinha nenhuma movimentação para iniciar a obra.

  2. David Responder
    17/02/2018

    Essa ponte é fantasma, muitos anos ela e falada e até hoje ninguém a viu, no entanto quando se aproxima de eleições ela quase surge do fundo do Araguaia, mas não passa do quase e dessa vez não será diferente tanto que já estamos em fevereiro de 2018. O lucro com as balsas está garantido por longos anos e o transtorno permanecerá para sempre, pois os políticos só vêem o problema antes de se garantirem para mais um mandato.

Participe! Faça seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

*

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim Jacob
[email protected]

CEO, CFO, Diretor Executivo e Marketing: Marco Aurélio Jacob
[email protected]

Expediente

Sub Editor: Brener Nunes

Repórter: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Presidente do Conselho Consultor: Stênio Jacob

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 981-159-796
[email protected]