Pref Palmas 16/10/20

Palmas tem percentual de endividados acima da média nacional

Por Gazeta do Cerrado | 14/10/2020

Última atualização em 14/10/2020 13:14

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Mensalmente, a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins, mede o percentual de endividados e inadimplentes em Palmas. A pesquisa revelou que em setembro houve um crescimento de 1,1% no total de endividados. Dentre os entrevistados, 69,8% disseram estar endividados, 14,2% estavam inadimplentes e 0,7% não terão condições de quitar suas dívidas.

No cenário nacional a PEIC (pesquisa que mede o endividamento e inadimplência do consumidor) após registrar três altas consecutivas, caiu em setembro. O número de brasileiros com dívidas em cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal e prestação de carro e de casa revelou queda de -0,3 ponto percentual, com relação a agosto. O índice, que havia alcançado o maior percentual da série histórica no mês passado, chegou a 67,2%.

LEIA: Como famílias podem economizar neste período de pandemia

Segundo o presidente da CNC, José Roberto Tadros, a primeira queda no endividamento das famílias desde maio está ancorada no avanço econômico do País. “Indicadores recentes têm mostrado que a recuperação gradual da economia para os próximos dois trimestres está mais robusta do que as estimativas indicavam”, ressalta Tadros, alertando que, embora tenha havido queda na margem, a proporção de consumidores endividados no Brasil ainda é elevada. “Para apoiar a retomada, é importante seguir ampliando o acesso ao crédito com custos mais baixos, mas, principalmente, possibilitar o alongamento de prazos de pagamento das dívidas para mitigar o risco da inadimplência no sistema financeiro”.

Na capital do Tocantins, o percentual de endividados está acima da média nacional, porém os percentuais relacionados aos inadimplentes e aos que não terão condição de pagar está bem abaixo da média nacional. Para o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni, isso é positivo.

“Se o endividamento está alto e ainda assim os consumidores conseguem pagar suas dívidas em um curto prazo, isso demonstra que está havendo o consumo e que os consumidores de Palmas têm conseguido se planejar melhor”.

Leia também: Especialista orienta sobre como lidar com a demissão

O ranking das principais dívidas continua liderado pelo cartão de crédito (81,2%), seguido pelos financiamentos de automóveis (23,9%) e imóveis (19,4%).

Dentre os entrevistados, 45,8% disseram ter contas em atraso por um período de até 30 dias. A média geral é de 43,5 dias. Já com relação ao tempo de comprometimento com a dívida, 42,9% afirmaram ter dívidas por mais de 1 ano, o que correspondeu a uma média de 7,9 meses. Já sobre o comprometimento da renda familiar com dívidas, 73,6% gastam entre 11 e 50% de sua renda com dívidas, sendo que a média para este item ficou em 33,1%.

Fonte: Ascom Fecomércio

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
majucotrim@gazetadocerrado.com.br

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
marcojacob@gazetadocerrado.com.br

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
portal@gazetadocerrado.com.br

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
comercial@gazetadocerrado.com.br

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
marcojacob@gazetadocerrado.com.br