No Banner to display

Produtores de leite no Bico continuam protesto contra preço acima da tabela

Por Gazeta do Cerrado | 23/02/2021

Última atualização em 23/02/2021 07:07

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

PM reúne com produtores de leite e proprietários de laticínios no Bico do Papagaio – Foto: Divulgação 9º BPM

A Polícia Militar (PM) esteve reunida com produtores de leite e proprietários de laticínios da região do Bico do Papagaio, na manhã desta segunda-feira, 22, no auditório do quartel do 9º Batalhão da PM (9º BPM) em Araguatins, Norte do Estado. A PM mediou o encontro, a fim de facilitar a negociação entre produtores de leite e proprietários de laticínios da região do Bico, e assim, pôr fim ao protesto que os produtores apresentaram contra a política de preço do leite estabelecida pelos donos de laticínios.

A reunião foi presidida pelo comandante do 9º BPM, tenente-coronel Valdemi Silva Reis, o qual esteve acompanhado do subcomandante da Unidade, capitão José Carlos da Costa Abreu.

Além dos produtores de leite e donos de laticínios da região, também estiveram presentes na reunião o gerente do SEBRAE de Araguatins, André Luiz Naves Rocha, e a advogada dos produtores de leite, Rúbia Rodrigues Amorin.

O foco principal da reunião foi a fim de tratar do protesto que teve início na semana passada e que aconteceu em toda a região do Bico, onde os produtores de leite reclamam contra o preço muito abaixo da tabela que vem sendo pago por laticínios na compra de leite e derivados.

 A reunião dos empresários de laticínios e produtores de leite com o Comandante do 9º Batalhão da PM, tenente-coronel Reis, foi a fim de sanar, por meio de diálogos e outras negociações, a demanda que vem se arrastando há vários dias entre as duas categorias.

A advogada Rúbia, relatou que já foram feitas duas tentativas de negociação, mas que não chegaram a nenhum acordo entre as categorias. Os produtores querem um preço mínimo de R$ 1,50 centavos por litro, sem haver atravessadores na compra do leite, bem como uma ficha cadastral para ficar registrado a venda do produto, e ainda, criar um sistema informativo para os produtores de leite.

Impasse

A reunião se encerrou sem nenhum acordo firmado, pois os empresários não aceitaram as propostas de reajustes apresentadas pelos produtores, devido, segundo eles, à oscilação do mercado ocasionado pela pandemia do novo coronavírus. Já os produtores de leite, de modo unânime, decidiram criar uma cooperativa para fortalecerem o anseio e a busca de melhorias entre a classe.

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Participe! Faça seu comentário

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]