Profissionais das artes cênicas do Tocantins solicitam apoio de órgãos para a Cultura

| Gazeta do Cerrado - Para mentes pensantes | - 27/03/2020

Última atualização em 27/03/2020 12:09

Compartilhar no Facebook! Tweetar! Compartilhar no LinkedIn Enviar por email Compartilhar no Whatsapp

Espetáculos, atividades de ensino, turnês e festivais foram cancelados

As medidas para restringir o contágio pelo novo Coronavírus (Covid-19) atingiram fortemente o setor cultural, especialmente atividades como o circo, teatro, stand up comedy e dança, que tiveram espetáculos, atividades de ensino, turnês e até festivais cancelados, em razão das aglomerações que provocam as produções.

Apesar de entender e concordar com a necessidade da restrição em tempos de pandemia, os atores, bailarinos, artistas de circo e outras profissões e atividades, diretas e indiretas, necessitam de apoio de toda a sociedade, pois muitos já passam por uma série de dificuldades financeiras.

Diante disso, a Federação Tocantinense de Artes Cênicas (Fetac) oficiou órgãos de poderes executivos estaduais e municipais com a solicitação de ações efetivas de apoio aos artistas regionais. De acordo com o presidente da Fetac, o ator e diretor Kaká Nogueira, o objetivo é de garantir providências efetivas e urgentes quanto ao enfrentamento da situação do efeito econômico-cultural da pandemia do Covid-19 em relação à cultura no Tocantins.

“O isolamento social imposto, necessário para o controle da pandemia, causa neste momento cancelamentos de muitas atividades que geravam renda, colocando vários destes profissionais que vivem exclusivamente de sua arte em situação de extrema vulnerabilidade”, aponta.

Políticas Públicas

A Federação solicita adequações de políticas públicas para a cultura, assim como tem sido executado em outros estados e municípios brasileiros, que estão abrindo editais e outras ações de fomento e apoio aos artistas locais. “Esperamos com urgência estas mesmas iniciativas dos principais órgãos de apoios e promoção da cultura dos Governos Municipais e Estadual do Tocantins”, anseia o presidente da Fetac.

O presidente da Federação destaca ainda que esses profissionais geralmente não ganham salário fixo, nem têm carteira assinada. “Em condições normais, são profissionais que já estão sujeitos a uma vida de imprevisibilidades. Ficar sem trabalhar por longos períodos pode ser financeiramente devastador”, complementa.

O Ofício

O Ofício foi encaminhado na quarta-feira, 25, e é direcionado à Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura de Economia Criativa (Adetuc), Fundação Cultural de Palmas (FCP), Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Araguaína (Seduc), Secretaria Municipal de Cultura e Turismo de Gurupi (Secult) e outros órgãos de gestão cultural de municípios do Tocantins.

Fetac

A Federação Tocantinense de Artes Cênicas (Fetac) é composta, atualmente, por mais de 200 profissionais das áreas de teatro, dança, stand up comedy e circo no Tocantins (grupos, companhias, coletivos, artistas individuais, técnicos e criadores profissionais da cena), representantes de cerca de 20 grupos de Palmas, Araguaína, Gurupi e Porto Nacional. A formação se deu por uma necessidade da criação de uma instituição que represente as artes cênicas no Tocantins, do fortalecimento da cadeia produtiva local e busca por representatividade estadual do segmento.

A Diretoria Executiva da Fetac é composta pelo ator Kaká Nogueira (presidente), a bailarina Renata Souza (vice-presidente), a atriz Bell Gama (secretária), o ator George Henrique Silva (diretor regional Norte), o ator Fernando França (diretor regional Sul), o ator Lucas Justino (diretor regional Centro), o ator e produtor Nival Correia (diretor de projetos) e a jornalista e atriz Cinthia Abreu (diretora de comunicação). O Conselho Fiscal da Fetac é composto pelo ator Guilherme Vieira  (Norte), pela artista circense Marcela Pultrini (Central) e o artista circense Vinícius Martins (Sul).

Fonte: Assessoria Fetac

#SóNaGazeta
#CulturaNoTocantins
#Coronavírus

Acompanhe as redes da Gazeta do Cerrado 24 horas por dia:
Aproveite e siga agora mesmo cada uma de nossas redes, pois cada uma delas possui características próprias e são complementares. Estamos sempre a disposição.
Para denúncias ou coberturas: (63) 983-631-319
Anunciar na Gazeta ou em suas redes sociais: (63) 981-159-796

0 comentários

Direção

Editora Chefe: Maju Cotrim - @MajuCotrim
[email protected]

Diretor Geral (CEO): Marco Aurélio Jacob - @MarcoJacobBrasil
[email protected]

Marketing: Ana Negreiros

Presidente do Conselho Deliberativo: Stênio Jacob

Expediente

Sub Editor: Lucas Eurílio

Jornalista: Maju Jacob

Estagiária: Luciane Santana

Colaborador: Fagner Santana

Assistente de Produção: Maitê Sales

TI: Tiago Bega

Contabilidade: Júnior Goes

Juridico: Jacqueline Paiva

Contatos

Para sugestões, correções, críticas ou entrar em contato:

Redação: (63) 984-631-319
[email protected]

Para anúncios ou parcerias comerciais

Comercial (63) 984-571-004
[email protected]

Institucional (63) 981-159-796 (Marco Aurélio)
[email protected]